Croácia, um país de beleza natural espetacular

Durante nossas férias na Croácia neste início de verão europeu, além de curtir as praias de mar transparente, aproveitamos para nos aventurar pelo interior do país e visitar alguns parques e reservas. A Croácia é um país de uma beleza espetacular e os parques nacionais são as joias desse cenário estonteante. Ao todo são nada menos que oito parques nacionais deslumbrantes, espalhados em cada região do país além de onze parques naturais com natureza selvagem. À primeira vista a Croácia parece ser um destino praiano recheado de cidades históricas, mas este país de natureza exuberante tem inúmeras atrações ecológicas a serem descobertas. É preciso caminhar bastante para encontrar os tesouros escondidos entre maravilhas geológicas e paisagens de tirar o fôlego.

A fim de conhecer um pouco mais da zona central do país, saímos de carro de Split na costa do Adriático e seguimos pela autoestrada com pedágio, recortando morros e montanhas atravessando inúmeros túneis até chegar na charmosa cidadezinha de Sibenik, circundada por águas azul turquesa na baia onde o rio Krka desemboca no mar Adriático.

Ao longo de milhares de anos, a água do rio Krka cortou um cânion profundo através das montanhas do interior de Sibenik. As barreiras que foram criadas ao longo do caminho transformaram o rio em cachoeiras espetaculares e toda região foi transformada no parque nacional de Krka. Para chegar ao parque escolhemos a via fluvial, num passeio de barco de 15 minutos deslizando na água esverdeada e sentindo na pele a brisa suave do verão croata. Skradinski Buk é a cachoeira mais famosa do parque e até alguns anos atrás visitantes podiam nadar na bacia mais baixa. Nós não tivemos esse sorte pois os banhos são atualmente proibidos. A força retumbante da natureza pródiga pode ser contemplada dos dois lados do rio, num rota circular numa caminhada que vale muito à pena fazer. O cenário das águas caindo sem parar é extraordinário, formando paisagens surreais.

Água transparente nas praias croatas. (Fotos: Solange Silberschlag)

Pela primeira visitamos a Croácia e logo na chegada percebemos que é um país hospitaleiro, bem preparado para o turismo ao acolher visitantes estrangeiros com informações em inglês, oferecendo boas estradas, praias paradisíacas, ótima rede hoteleira, diversas atividades culturais, rurais e enogastronômicas. Na ilha de Hvar, a uma hora de navio de Split, visitamos alguns vinhedos croatas e adoramos as variedades rose e branco. Neste pequeno pedacinho de terra com pouco mais de 11 mil habitantes viajamos no tempo, voltando muitos séculos, contemplando a arquitetura dos vilarejos debruçados para o mar cristalino. Hvar é a maior ilha localizada na costa da Dalmácia, com vegetação copiosa, florestas, vinhedos abundantes e muitas plantações de oliveiras e lavanda. A culinária croata reflete sua longa história de domínios e ocupação. Naturalmente pratos à base de peixe são abundantes mas me surpreendeu as semelhanças com a gastronomia italiana, com pratos simples e muita verdura. Nas ilhas em torno de Hvar nadamos nas águas azul turquesa, sem onda e temperatura perfeita nas pequenas enseadas onde o tempo não parece passar. A maioria das praias croatas são pedregosas devido ao terreno acidentado por isso é recomendado usar sapatinhos especiais para aqueles com os pés mais sensíveis.

Quase dez anos depois de ter entrado na União Europeia, os croatas estão em plena preparação para a adesão à zona Euro. A maioria dos preços já estão tabelados na moeda local Kunas e em Euros. As cédulas de Euro entrarão em circulação a partir do dia 1º de janeiro de 2023. A Croácia será o 20º país europeu a fazer parte da zona Euro.

Cachoeira no parque nacional Krka.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques