Como atender um acidentado

Antes de analisar o atendimento específico para cada tipo de acidente, vejamos alguns pontos de ordem bem prática. Em primeiro lugar, recordo da época em que todo automóvel possuía uma caixa de primeiros socorros. Era uma caixa muito modesta, mas, na hora do aperto, cumpria com alguma finalidade. Pergunto, porque toda família não poderia ter em sua casa uma “caixinha” de primeiros socorros com os itens necessários, digamos, para um pequeno curativo ou mesmo uma pequena imobilização, verificação de temperatura? Vejamos o que poderia ser colocado nesta caixa:

Poderíamos iniciar com um frasco de álcool medicinal, de Iodofor aquoso para curativos, alguns pequenos pacotes de gaze hidrófila esterilizada, ataduras de crepe de 10 ou 15 cm, algodão, curativos adesivos, um termômetro clínico, um frasco com soro fisiológico, algum material para fazer curativo, luvas de procedimento, sabão líquido para limpeza de ferimentos, uma lanterna, saquinhos plásticos para o descarte de material contaminado, uma tesoura… Talvez até um aparelho para verificação de pressão poderia ser incluído.

A lista dos medicamentos poderia conter analgésicos do tipo Tylenol, Novalgina ou Magnopirol, Buscopam Composto para ser tomado em caso de dor, antieméticos como Plasil, antialérgicos como Fenergan ou Polaramine. Um frasco de colírio neutro também poderia ser útil.

Bem, uma maior implementação ficaria por conta do interesse ou até da capacidade desta pessoa em utilizar adequadamente todo este material. Todos os itens descritos podem, facilmente, ser encontrados em qualquer farmácia.

Vejamos alguns fatores importantes na feitura de um curativo:

  • Deve-se lavar cuidadosamente e corretamente as mãos.
  • É importante lavar o ferimento com soro fisiológico ou na falta deste, com água corrente e sabão neutro.
  • JAMAIS USAR Mercúrio, Merthiolate ou outras substâncias que venham a tingir o ferimento. Pode-se usar Iodofor aquoso em caso de escoriações ou lesões mínimas.
  • Jamais cobrir os ferimentos com terra, pó de café, pasta de dente ou outras pomadas que porventura estiverem por perto. Apenas cubra o ferimento com gaze ou um pano muito limpo e procure o hospital.
  • Não tente retirar farpas ou outros corpos estranhos dos ferimentos. Deixe isto para o médico.
  • NUNCA toque nas feridas com os dedos.
  • Curativos pequenos podem ser trocados mais vezes por dia, para mantê-los limpos e secos.
  • Ferimentos considerados sujos, como os causados por mordidas de animais, devem ser exaustivamente lavados.
  • Sempre se deve procurar um serviço médico, quando há lesões abertas e que sangram, ferimentos por prego, faca, arma de fogo, na presença de corpos estranhos nos ferimentos, traumatismos na face, crânio, períneo, mãos, etc.
  • Para resumir, vale dizer que, sempre que tivermos um ferimento, devemos realizar o primeiro atendimento dentro dos limites das nossas possibilidades e do nosso conhecimento, para depois providenciarmos o transporte do paciente para um hospital.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome