Uma boa refeição matinal

Todos concordam que as necessidades alimentares variam de pessoa para pessoa. O trabalhador braçal precisa de um determinado tipo de aporte calórico enquanto que um trabalhador de escritório apresenta outro tipo de consumo de energia. A mesma diferença de encontra ao se comparar um jovem em fase de crescimento com um sexagenário com uma atividade física já mais restrita.

Vida sedentária significa gastar menos energia. Um ritmo e vida ativo requer uma significativa provisão de alimentos. Em síntese, é muito difícil prescrever regras gerais para a arte da boa alimentação especialmente no que diz respeito à qualidade, à quantidade e às reais necessidades do organismo de cada pessoa.

Há pesquisas que mostram que o ideal é fazer-se diversas refeições menores ao dia em vez de apenas um almoço e uma janta fartos. Fala-se em cinco ou até seis ao dia. E fácil entender que, comendo-se alguma coisa aí pelas dez horas da noite e retornar às doze do dia seguinte para um almoço, deixará o organismo trabalhando apenas com reservas durante toda a primeira metade do dia. Com isto, ao deparar-se com uma mesa farta, já estará tão carente de nutrientes e de energia que dificilmente conseguirá dosar a quantidade de comida realmente necessária ao seu dia a dia.

O resultado muitas vezes será uma compulsão alimentar e todo um descontrole ponderal naqueles que costumam suprimir as refeições matinais. Por outro lado se fizermos um café da manhã saudável, rico em fibras, em proteínas, em cálcio, em ferro e em vitaminas, já estaremos sinalizando ao nosso organismo de que dispomos de nutrientes necessários às atividades do dia. Desta forma poderemos voltar a nos alimentar com refeições menores e melhor aproveitadas, digamos, pela manhã, às dez horas, ao meio dia e durante a segunda metade do dia. Além disto, parece mais do que comprovado que quem faz uma alimentação mais correta, tende a ter um desempenho mental e intelectual bem mais eficiente. São pessoas que não precisam mobilizar reservas de gordura e de proteínas do organismo para a sua transformação em glicose para poder garantir a adequada reserva energética.

Desta forma, frutas, cereais, algumas proteínas, sucos e um queijo branco poderão constituir-se em excelentes ingredientes para um saboroso e saudável café da manhã, ajudando a melhorar o desempenho físico e intelectual.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome