Jornalismo e história de mãos dadas

Há quase 50 anos, a Folha do Mate conta a história de Venâncio Aires. Essa história se apresenta em diferentes aspectos: fatos antigos que são investigados e relembrados por meio das matérias especiais e os acontecimentos recentes divulgados nas páginas do jornal.

De fato, tudo é história, mas sabemos que alguns fatos são mais representativos. São aqueles que entram na Retrospectiva, no fim do ano, e que, muitas vezes, terão desdobramentos por vários meses ou anos.

A edição de hoje ilustra bem essa dualidade da história registrada pelo jornalismo. Reportagem nas páginas 14 e 15 apresenta a compositora do hino de Venâncio Aires, Selita Dalmas. A irmã, que completará 86 anos em dezembro, viveu um curto período na Capital do Chimarrão, mas deixou uma marca importante para o município. Por meio da matéria assinada pela jornalista Débora Kist, a história antiga é resgatada e evidenciada aos leitores, para que tenha a valorização merecida.

Ao mesmo tempo, entre tantos assuntos abordados na edição, outra reportagem, nas páginas 4, 5 e 6, evidencia um problema complexo e que preocupa lideranças e autoridades: a saúde financeira do Hospital São Sebastião Mártir, que acumula uma dívida de R$ 16 milhões. É a história atual, levantada pelo colega jornalista Carlos Dickow. Um fato que preocupa e, conforme mostra a reportagem, exige medidas profundas, articulação e um somatório de esforços.

Venâncio na História

E por falar em história, um dos novos projetos que envolve a equipe da Folha do Mate é o Venâncio na História. Um site com conteúdos sobre a história e geografia do município, desenvolvido, especialmente, com foco nos estudantes de 4º ano, que têm os temas como parte do currículo escolar.

A versão inicial do site será lançada no início de junho e, ao longo do ano, novos materiais serão agregados à plataforma. Além de textos e fotos, alunos, professores e demais interessados terão acesso a vídeos, atividades e jogos de perguntas e respostas (quiz) sobre fatos importantes da história de Venâncio Aires.

Semente de leitora

O ‘fofurômetro’ explode ao ver um registro como o da pequena Manuela Sophia Müller, 3 anos, toda concentrada na ‘leitura’ do Perfil Socioeconômico de Venâncio Aires e Microrregião. A revista, publicada pela Folha do Mate, foi entregue aos pais de Manuela, Márcia e Airton Müller, na quinta-feira, 19, quando os colegas Taís Fortes e Roni Müller conversaram com o casal.

Moradores de Linha Grão-Pará, eles são integrantes do Núcleo de Orquidófilos de Venâncio Aires, Mato Leitão e Passo do Sobrado (Nova), entidade que completou 30 anos recentemente. Uma matéria sobre o assunto está sendo produzida e será divulgada nas próximas edições da Folha do Mate. Por enquanto, já compartilhamos a foto de Manuela, que assim como outras crianças, vai sendo estimulada a se tornar uma leitora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques