Para saber mais sobre a história de Venâncio

Quantas pessoas são necessárias para abraçar a Figueira Centenária, um dos principais pontos turísticos de Venâncio? Quem doou a área onde foi construída a Igreja São Sebastião Mártir? Em que ano foi criado o brasão do Município? Qual o prefeito com mais gestões? Qual a altura do pórtico da cidade?

Se você ficou curioso e com vontade de responder alguma dessas perguntas, certamente, vai gostar do conteúdo do site venancionahistoria.com.br. Lançado nesta semana, pela Folha do Mate, o portal oferece conteúdos sobre a história e a geografia de Venâncio Aires, com uma linguagem adaptada a crianças e adolescentes, por meio de textos, vídeos e atividades como jogos de perguntas e respostas (quiz). Vale a pena reunir a família no fim de semana para acessar o site e aprender mais sobre o município, de forma descontraída.

Resultado de um trabalho desenvolvido ao longo dos três últimos meses pela equipe da Folha do Mate, o Venâncio na História teve mentoria do jornalista Luís Fernando Bovo, diretor de Conteúdo e Operações do Estadão Blue Studio, por meio do programa ‘Acelerando a Transformação Digital’. O site foi apresentado em primeira mão para professores e autoridades, na quinta-feira, 2.

O objetivo é que ele possa ser uma ferramenta para auxiliar na abordagem dos conteúdos em sala de aula, especialmente para turmas de 4º ano do Ensino Fundamental, série na qual os assuntos sobre o Município integram o currículo escolar. Mas, já na divulgação para os educadores, percebemos que o conteúdo não vai ficar restrito a esses alunos…afinal, agrada ‘baixinhos’ de todas as idades.

Me sinto imensamente feliz por ter participado de forma ativa na produção do conteúdo do site. Nos próximos meses, vem mais material por aí! Sugestões são bem-vindas e podem ser enviadas pelo e-mail [email protected]

É tempo de solidariedade

No frio dos últimos dias, em muitos momentos, me peguei pensando em quem realmente sente na pele o rigor do inverno, sem roupas ou calçados adequados para enfrentar os dias gelados.

Há cerca de dez anos, fiz uma matéria sobre pessoas que sofrem com o frio. Na época, conversei com uma moradora da Vila Tata, uma idosa que residia em uma casa muito precária, onde o vento frio adentrava pelas largas frestas. Nunca esqueci o frio que senti lá, numa tarde enquanto o sol ainda brilhava alto, mas que já anunciava a noite gelada. Quantas vezes reclamamos do inverno sem nos darmos conta do quão privilegiados somos? Quantas roupas no nosso armário poderiam aquecer outras pessoas?

caciva cobertores venâncio aires
Cobertores arrecadados pela Caciva foram repassados ao Gabinete da Primeira-dama (Foto: Divulgação)

Que tal aproveitar o fim de semana e separar algumas doações para a Campanha do Agasalho deste ano? Além da atuação do Poder Público, há uma série de iniciativas de empresas, entidades e grupos de amigos para arrecadar roupas. Nesta semana, a Câmara de Comércio e Serviços de Venâncio Aires (Caciva) mobilizou a comunidade e repassou 33 cobertores ao Gabinete da Primeira-dama. Que ações como essa se multipliquem e assim possamos transformar a temporada de frio em tempo de solidariedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques