Brasil Sem Frestas

Na próxima quarta-feira, 4, a partir das 19h, será apresentado o projeto Brasil Sem Frestas. A proposta é utilizar caixinhas de leite nas paredes e forros de casas de pessoas em situação de vulnerabilidade social. A iniciativa é do curso de Serviço Social da Uninter Venâncio Aires, em parceria com a Sala Verde.

O evento será aberto ao público interessado e o ingresso é uma caixinha de leite vazia. O encontro terá a participação da pedagoga Djanice Nepomuceno Ferrari, responsável pelo projeto em Santa Cruz do Sul.

Você sabia que as caixas tetra pak possuem quatro camadas de polietileno, alumínio e papelão, permitindo um isolamento térmico de até 8ºC? É uma iniciativa que além de auxiliar as famílias de baixa renda, promove a reciclagem de resíduos. Vamos incentivar!

Sem demanda para creche noturna
Promessa de campanha do prefeito Giovane Wickert, a instalação de uma creche noturna para crianças até 10 anos, não deve sair do papel por falta de demanda.

Nesta semana, a assessoria de Comunicação e Marketing da Prefeitura informou que foram realizados levantamentos por profissionais das redes de atendimento, como agentes de saúde, assistentes sociais e por técnicos da Secretaria de Educação, além de um pré-cadastro voluntário, buscando identificar interessados pelo serviço público. No entanto,
apenas uma família, que não precisa do serviço no momento, procurou a Prefeitura.

Sem demanda para oferecer o espaço, a Administração decidiu por não ar continuidade ao projeto neste momento. Na nota informativa, Wickert destaca que a proposta seguirá nos planos da Prefeitura caso a demanda passe a existir.

Homenagens da Câmara

Vereadora Helena da Rosa (MDB) protocolou, nesta semana, projeto de lei que sugere a verificação da ficha criminal de pessoas indicadas para homenagens, como Títulos de Cidadãos Venâncio-airenses e nomes de ruas e logradouros públicos em Venâncio Aires. Justo! Os homenageados devem ser cidadãos exemplares.

CTG Erva-Mate apeia em Venâncio
Depois de percorrer cerca de 400 quilômetros a cavalo, em 13 dias, representantes do Centro de Tradição Gaúcha (CTG) Erva-Mate apearam em Venâncio Aires. Eles realizaram a 38ª cavalgada em busca de uma centelha da Chama Crioula, acesa em Tenente Portela, na 20ª Região Tradicionalista (20ª RT), no dia 17 de agosto. O grupo chegou na sede da entidade, no Parque Municipal do Chimarrão, nesta sexta-feira, 30 de agosto.

A comitiva esteve coordenada por Décio Ellert, que já participa há cinco anos de cavalgadas, acompanhado por Charles Ribeiro e Rodrigo Schuh, o Digão. Composta por 14 integrantes, mais o pessoal de apoio, além do compromisso de retornar à Capital do Chimarrão com uma centelha, o grupo prestou homenagem a José Pedro Schuh, o Zé Schuh (in memoriam). O reconhecimento se iniciou, nesta edição, àqueles que construíram a história das cavalgadas da entidade, e seguirá nos próximo anos.

Uma trajetória que precisa ser aplaudida, reconhecida e mantida!

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome