Cartilha de combate à dengue

O aumento do número de casos de dengue em Venâncio Aires, registrado nas últimas semanas, tem sido mais um motivo de preocupação no município. Para reforçar as medidas preventivas para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, a Folha do Mate produziu uma cartilha virtual de combate à doença.

O material, que também tem o objetivo de alertar para os principais sintomas da dengue, será enviado para os leitores cadastrados na lista de transmissão de boletins de notícia via WhatsApp e disponibilizado no site folhadomate.com. A cartilha tem o apoio da JPK Company.

Em tempo: interessados em receber, gratuitamente, os boletins diários de notícia da Folha do Mate podem entrar em contato com o WhatsApp da redação da Folha do Mate: (51) 98943-4110. É preciso informar nome completo e bairro ou localidade onde reside.

Filas
Ontem, muitas pessoas se queixaram ou demonstraram preocupação com as longas filas na frente das agências bancárias, especialmente em frente à Caixa Econômica Federal e nas casa lotéricas, onde está ocorrendo os saques do auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais.

De quem é o dever de fiscalizar? Sabemos do trabalho de fiscalização por parte da Prefeitura e da própria Brigada Militar, que está circulando e atenta, no sentido de orientar a população. No entanto, devemos concordar que, antes de qualquer órgão, é do próprio cidadão a responsabilidade de sair, quando necessário, devidamente protegido, com máscara e manter o distanciamento mínimo recomendado.

Iniciativas
O problema das aglomerações em filas não é uma realidade apenas de Venâncio Aires. No município de Quaraí, por exemplo, a Prefeitura e a gerência da unidade decidiram bloquear o acesso de veículos em uma das vias da rua onde fica instalada a agência e pintaram pontos no chão para demarcar o distanciamento correto. Além disso, disponibilizaram um espaço com cadeiras. O objetivo foi agilizar o atendimento, garantir mais conforto e evitar aglomerações.

Outro exemplo é de Taquari, onde a Prefeitura multou a agência da cidade em R$ 2 mil. A medida foi tomada depois que a agência já havia sido notificada.

14 de maio, dia de rezar pela humanidade
O dia 14 de maio marcará a união das orações de todas as pessoas, de todas as religiões, pelo fim da pandemia do coronavírus. A iniciativa é do Alto Comitê para a Fraternidade Humana, assinado no ano passado pelo Papa Francisco e o líder islã, Grão Imame de Al-Azhar Ahmad Al-Tayyib.

O comitê divulgou uma mensagem no sábado, 2, intitulada “Rezar pela humanidade”, onde convida os líderes religiosos e pessoas de todo o mundo a recorrerem a Deus no dia 14 (quinta-feira da próxima semana), rezando, fazendo jejum e praticando obras de misericórdia.

“Enquanto confirmamos a importância do papel dos médicos e da pesquisa científica no combate a essa epidemia, não esqueçamos de nos dirigir a Deus Criador nesta grave crise”, diz trecho da mensagem. Conforme o Santo Padre, “como a oração é um valor universal, acolhi a proposta do Alto Comitê para a Fraternidade Humana, para que no próximo 14 de maio os crentes de todas as religiões se unam espiritualmente”.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome