Curva da Covid em queda

Matéria assinada pela jornalista Juliana Bencke, divulgada nesta terça-feira, 27, confirma umas das melhores notícias das últimas semanas: a redução dos casos diários de Covid-19 em Venâncio Aires. Registramos na última semana o menor número semanal de casos em cinco meses.

Depois de um prolongado período com altíssima taxas de contágio e de internação hospitalar, o município consegue frear o número de casos diários, o que indica uma melhora na situação da pandemia. A notícia é boa, mas não é motivo para relaxar nos cuidados, ainda mais com um feriado pela frente (Dia do Trabalho no sábado, dia 1º de maio) e o Dia das Mães se aproximando (comemorado no dia 9 de maio). Feriados e datas comemorativas anteriores já nos mostraram um resultado negativo dias depois. Vamos nos cuidar!

Educação e as batalhas judiciais

As aulas presenciais viraram, definitivamente, tema de decisões judiciais. O debate em torno do ensino presencial envolve muito mais do que o poder público e Judiciário, mas toda a sociedade. E já se arrasta há dois meses. O ‘abre ou fecha’ das escolas gera transtornos e indignação, tanto para gestores quanto para os pais. Muitos alunos acordaram nessa segunda-feira, 26, na expectativa pelo retorno das aulas. Para algumas crianças, ontem foi o primeiro dia da trajetória escolar e, infelizmente, em meio a todo esse cenário de incertezas.
Muitos pais e diretores de escola cobram pulso firme do governador Eduardo Leite para tratar do assunto. A pressão deve fazer o gabinete de crise avaliar mudanças no sistema de Distanciamento Controlado.

“Nosso sentimento é de tristeza, de revolta pelo que está acontecendo. A cada dia, a cada decisão tomada, fica muito claro que o maior interesse em tudo isso não é a saúde da criança, muito menos o seu bem-estar. É um jogo político, de poder, onde as escolas ficam no meio de tudo isso. E quando falo em escola, eu estou falando de toda a comunidade escolar.”
DANIELA MONTEIRO
Diretora e proprietária da Escola de Educação Infantil Criança Feliz.

Vacinação

Em transmissão virtual realizada na sexta-feira, 23, governador Eduardo Leite destacou que o retorno das aulas presenciais não pode depender da vacinação dos professores.
Uma das falas do chefe do Piratini vai ao encontro de uma posição que ouço com frequência, de diversas pessoas: e se todas as atividades profissionais dependessem da vacinação?
Para Leite, não é possível esperar pela vacinação, “assim como profissionais de saúde não puderam parar de trabalhar na ponta por não ter vacina, profissionais de transporte coletivo, de supermercados, no setor de energia, em tantas outras áreas essenciais que não puderam deixar de trabalhar”, observou o governador.

Presidência do HSSM

Editais publicados na edição desta terça-feira, 27, na edição impressa da Folha do Mate, confirmam para o dia 19 de maio a assembleia para eleição do presidente do Hospital São Sebastião Mártir. A instituição é presidida, atualmente, por Luciano Spies. O advogado está há dois anos à frente do HSSM, executando um trabalho muito elogiado, especialmente pelos seus esforços em meio à situação financeira e a pandemia de Covid-19.

Mate curto…

• Santa Cruz do Sul confirmou, ontem, a segunda morte por dengue. A região está em alerta em virtude da doença. Em Venâncio Aires, seis casos foram confirmados neste ano.

• A chegada de uma massa de ar frio ao Rio Grande do Sul fez a temperatura despencar em diversas cidades gaúchas. O frio deve se intensificar nos próximos dias.

• Agência do Banrisul em Venâncio está fechada novamente em virtude de um funcionário que testou positivo para a Covid. Notícia de que o atendimento ao público foi interrompido foi criticada nas redes sociais pela comunidade.

• Clube de Leituras comemora, na sexta-feira, 30, 134 anos. A sociedade é mais antiga do que Venâncio Aires, que completará 130 anos dia 11 de maio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques