Felicidade

Foto: Taiane Kussler

O registro feito pela repórter Taiane Kussler mostra a felicidade da nova rainha do Carnaval Municipal de Venâncio Aires. Na madrugada de sábado para domingo, Karolen Neves Abreu, 26 anos, representante da escola Acadêmicos do Samba Négo recebeu a coroa e faixa de Katiéle Pastorio, rainha de 2019. Este é o terceiro ano consecutivo que uma representante do Négo leva o título da rainha do Carnaval Municipal.

Karolen, ao lado do Rei Momo Valdir Ferreira e das princesas Karolain Vogt Xavier e Rauane Andriele Henn iniciam a maratona de divulgação do Carnaval de Rua de Venâncio Aires. A Rua Grande terá duas noites de desfiles marcadas para os dias 22 e 24 de fevereiro.

Força e união
Completa, hoje, uma semana da morte da jovem Juliani Klamt. A assistente social estava a caminho do trabalho quando foi surpreendida pelo ex-namorado e morta a tiros.

No sábado, 11, em torno de 1,5 mil pessoas compareceram na mobilização ‘Amiga, te cuida!’, realizada na região central de Venâncio Aires. Sem dúvida, um dos maiores atos em defesa e proteção das mulheres já visto no nosso município. Silêncio e emoção tomaram conta do Largo do Chimarrão, onde as mulheres – alguns homens e também representantes da causa LGBT – formaram um gigante cordão e ficaram de mãos dadas para pedir por respeito e simbolizar união.

Esta foi uma homenagem para Juliani e ao mesmo tempo um chega para a violência contra as mulheres. Violência que já matou tantas outras. Violência que ainda cala e aprisiona tantas mulheres.

Foto: Alvaro Pegoraro

Prejuízos ignorados
Embora o tabaco seja uma das culturas mais atingidas pela estiagem que afeta o Rio Grande do Sul, especialmente na região do Vale do Rio Pardo, os prejuízos nestas lavouras praticamente passam despercebidos pelos veículos de comunicação estaduais e nacionais.

Venâncio Aires, por exemplo, que já acumula um prejuízo de mais de R$ 31 milhões somente em tabaco, foi destaque em diversas matérias sobre estiagem em veículos gaúchos e até de abrangência nacional, mas em todas reportagens o destaque é para o milho, soja ou então para a falta de água nas propriedades rurais. No máximo, o fumo é citado.

A importância do tabaco para o Sul do Brasil ainda é ignorada em outras regiões. O lado social e econômico que envolve os fumicultores ainda é confundido e a planta vista apenas como aquela que ‘recheia’ cigarros.

Preço do tabaco
Depois da primeira tentativa de negociação frustrada, entidades representativas dos fumicultores e indústrias terão uma nova rodada de negociação do preço do tabaco para a safra 2019/20.

Segundo adiantado pelo tesoureiro da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Marcílio Drescher, a data ainda não está definida pois nem todas as indústrias confirmaram a participação. A expectativa é de que a negociação ocorra na próxima semana.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome