Mateando em Brasília

A Escola do Chimarrão, de Venâncio Aires, vai ser uma das atrações do evento de lançamento da Semana Farroupilha e da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Tradição e Cultura Gaúcha que ocorre na quarta-feira, 7, em Brasília.



O diretor da escola, Pedro Schwengber, o Pedrão, vai ser o responsável por um workshop sobre preparo da bebida mais amada do nosso Rio Grande.

A Frente Parlamentar é liderada pelos deputados Ronaldo Santini (PTB) e Lucas Redecker (PSDB) – presidente e vice – que conseguiram o apoio de 198 parlamentares representando os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. É aguardada a participação do presidente Jair Bolsonaro.

Na manhã de ontem conversei com o Pedrão e ele relatou a sua felicidade de ver como, cada vez mais, o chimarrão está sendo reconhecido e a divulgação da bebida sendo ampliada, não apenas pelos veículos gaúchos, mas por meios de comunicação de todas as partes do país.

Festa da Erva-Mate e Fenachim juntas, que tal?
O governador Eduardo Leite sanciona, na segunda-feira, 5, às 16h, a lei que inclui no Calendário Oficial de Estado, a Festa da Colheita da Erva-Mate. O projeto de lei foi aprovado no mês passado. A festa ocorrerá anualmente e de forma itinerante nos polos regionais Planalto e Missões, Alto Uruguai, Nordeste Gaúcho, Alto Taquari e Vale do Taquari.

Venâncio Aires foi a cidade escolhida para sediar a festa, através do polo Vale do Taquari, em 2021. Será que a próxima edição da Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim) e a Festa da Colheita da Erva-Mate poderão acontecer juntas, daqui a dois anos? Penso que é uma projeção que pode ser estudada desde agora, buscando fortalecer a relação de Venâncio com a terra do chimarrão.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome