Noruegueses provam nosso chimarrão

A Escola do Chimarrão além de levar o ensinamento sobre a bebida típica dos gaúchos para todos os cantos do país, também recebe, em Linha Travessa, em sua sede, muitos visitantes de diversos lugares do Brasil e do mundo.

Na último sábado, 12, a presidente da Associação de Turismo Rural Rota do Chimarrão (Aturrchim) e secretária-executiva do Instituto Escola do Chimarrão, Rejane Rüdiger Pastore recepcionou os noruegueses Helga e Trigue Raen. Eles conheceram a Escola do Chimarrão, a partir do convite dos amigos e moradores de Venâncio Aires Edson Meurer e Paulina Schwarzbold, e aprovaram a nossa bebida típica.

Erva-mate no freezer
Já tinha comentado outras vezes na coluna Mateando e achei importante destacar novamente: o local ideal para guardar erva-mate é no freezer. Sim, erva não congela!

Segundo Rejane Rüdiger Pastore, os moradores da Noruega, durante visita à escola, elogiaram muito o projeto Escola do Chimarrão e ficaram surpresos em saber que a erva-mate pode ficar no freezer por cinco anos conservando cor, odor e sabor.

Os noruegueses contaram que a primeira vez que adquiriram o kit completo para chimarrão, a erva-mate ficou velha e jogaram fora.

Essa dica de guardar no freezer vale para todos nós. Aliás, há muito tempo a Escola do Chimarrão vem disseminando essa dica. Se você ainda não faz isso, vale a pena adotar a dica e ter uma erva sempre verdinha em casa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques