O espaço mais gaúcho da Expointer

Pela 17ª vez, a Escola do Chimarrão, de Venâncio Aires, marca presença na Expointer, em Esteio. Quem visita o Parque de Exposições Assis Brasil não pode deixar de visitar o Galpão José Carlos Haas, um espaço fixo que a escola tem desde a edição passada da Expointer. Neste ano, foi inaugurada a segunda etapa do galpão, que possui mais de 250 metros quadrados de área construída.

No espaço são fornecidas água quente e erva-mate e os visitantes aprendem como preparar o chimarrão e seus benefícios. Também é ali que a escola faz o contato com produtos de indústrias ervateiras e empresas parceiras, entre elas, empresas venâncio-airenses: a Madrugada Alimentos, a Venax Eletrodomésticos, a WON Comunicação Total e a Haas Paletes, empresa que doou material para a construção do galpão e também está no espaço divulgando sua marca e produtos. É com o nome do proprietário da Haas, José Carlos Haas, que o galpão foi batizado. Também estão nesta lista, a ervateira Biomate, de Mato Leitão e a Fida Calcário, empresa que vai se instalar em Venâncio.

Orgulho de ver as empresas locais nesta vitrine gaúcha!

Integração para cavalgar e manter a tradição
Já está em solo venâncio-airense as duas primeiras centelhas que vieram direto de Tenente Portela, onde ocorreu, dia 17, a solenidade de distribuição das centelhas da Chama Crioula, ato que abre os festejos farroupilhas no Rio Grande do Sul. Na tarde de ontem, depois de percorrer em torno de 400 quilômetros a cavalo, integrantes dos CTGs Chaleira Preta e Lenço Branco ‘apearam’ no município. Junto com os membros do CTG Querência da Mata, de Mato Leitão, as três entidades formaram a Cavalgada da Integração.
Na sexta-feira, 30, ao meio-dia, está previsto o retorno da cavalgada do CTG Erva-Mate, que chega, neste ano, à 38ª edição.

Foto: Alvaro Pegoraro

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome