Sem velas

O Conselho Administrativo da Paróquia São Sebastião Mártir, se reúne na terça-feira, 10, à noite, para definir como procederá com relação ao acendimento de velas na igreja Matriz São Sebastião Mártir. A reunião, segundo o presidente Elmo Fengler, contará com a presença do pároco Rodrigo Eduardo Hillesheim.

Na manhã desta sexta-feira conversei com o presidente da Paróquia para saber se alguma mudança havia sido adotada desde que aconteceu o princípio de incêndio que atingiu o altar onde fica a imagem de Nossa Senhora Aparecida, na Igreja Matriz, no dia 17 de agosto.

Segundo Fengler, a limpeza e uma reforma já foram providenciadas e não há mais o chamado ‘queimador de velas’. Agora os devotos poderão fazer as suas orações e levar apenas flores.

Perguntei a ele sobre a possibilidade de adotar um velário eletrônico, como foi anunciado nesta semana, pela Catedral São João Batista de Santa Cruz do Sul, ele disse que a Paróquia ainda não tem uma definição sobre isso.

Segundo divulgado pelo Portal Gaz, a partir do dia 2 de outubro, o acendimento de velas no altar de Nossa Senhora será com o uso de dispositivos eletrônicos e o objetivo é, justamente, não oferecer risco de incêndio dentro da catedral santa-cruzense.

Monumento à Bíblia
Prefeito de Venâncio Aires, Giovane Wickert confirmou nesta sexta-feira, 6, que o projeto para construir o monumento à Bíblia na Praça Evangélica “já está na fila para ser licitado”.

A expectativa é inaugurar o monumento até o mês de novembro quando ocorre a Marcha para Jesus de Venâncio Aires. A Marcha é considerada um dos maiores eventos evangélicos realizados em cidades brasileiras.

Chimarrão + música
Nesta semana, a página oficial do Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo, no Facebook, divulgou imagens que anunciam Venâncio Aires como a sede da 12ª edição do evento. O festival ocorrerá no dia 23 de novembro, no Parque do Chimarrão. Com uma cuia de chimarrão como ‘modelo’, o festival anuncia: “A Capital do Chimarrão será também a Capital da Música”.

“Cooperativas por um trabalho digno” é o tema deste que é considerado o maior festival de música cooperativista do Brasil, promovido pelo Sescoop/RS.

Os artistas interessados em participar da edição deste ano podem inscrever suas obras musicais até o dia 30 de setembro.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome