Estreia indigesta

A Assoeva perdeu na estreia na Liga Futsal. Levou 5 a 1 do Foz Cataratas. A equipe de Venâncio Aires vacilou por demais e o adversário não perdeu tempo. Quando a Assoeva deixou na reta o Foz foi lá e pimba.

Na primeira etapa a Assoeva foi para o vestiário com a desvantagem de dois gols mas merecia ao menos ter feito um. Teve oportunidades de ouro para isso, sendo a principal delas com Mateus Lima. No segundo tempo, quando se esperava por uma reação, o terceiro gol do Foz foi em cima de um erro na saída de jogo e na frente da área. O Foz recuperou a bola, fez o ‘dois um’ até a jogada resultar no gol. No quarto gol a Assoeva perdeu a bola na quadra de ataque. A jogada prosseguiu até o chute de Juninho, artilheiro da tarde. A Assoeva ingressou com goleiro linha. Assim se expôs e o quinto gol foi consequência.

Minimizar os erros. Isso precisa ser trabalhado ao longo da semana pelo técnico Fernando Malafaia. A Assoeva vai estrear em casa no domingo, 3 de abril, contra um Joaçaba que vem embalado. Venceu o clássico catarinense contra o Jaraguá por 4 a 1 e vem para buscar pontos. A Assoeva precisa se apegar ao fator local para pontuar. Vai ser um grande jogo. Se tratando de estreia diante do torcedor, a expectativa é pela presença de um grande público no Poliesportivo. O jogo está confirmado para as 11h.

Arrancada na reta final

Está bem equilibrada a classificatória da Copa Serrana. Se dividirmos a tabela ao meio, tem até cinco equipes querendo uma das vagas no G4. Na outra metade tem aquelas equipes querendo garantir a classificação no G8. Cecília e Santa Tecla que estavam com zero ‘incendiaram’ a reta final. Somaram seis e quatro pontos respectivamente nas duas últimas rodadas e agora irão buscar o objetivo que ainda é possível. Cecília e Santa Tecla irão se defrontar na próxima rodada. Tem quem vai torcer por um ou outro já prevendo a última rodada onde daí sim se definirão não apenas os oito classificados bem como os cruzamentos do mata-mata.

Vitória do Guarani

O Guarani venceu o amistoso contra o Cruzeiro. Diante do 1 a 0 a equipe deixou uma boa impressão. Mesmo sem um camisa 9 de referência, o Rubro-negro ao menos não se apresenta de forma ‘engessada’. Tem um esquema bem definido que começa priorizando a posse de bola. Jogadores de boa movimentação e principalmente de criação é algo que não se tinha em 2021. Em 2022 ao menos tem alternativas como Chiquinho, Ferdinando e Júlio César. Na Divisão de Acesso tomara que o atacante Dionas Bruno possa deslanchar. É bom ficar de olho nesse atacante. Ao menos teve bom destaque nos jogos-treino. Ainda está faltando a vinda de um goleiro para ser o titular.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques