Joinville mostra superioridade contra o azarão Assoeva

O Parque do Chimarrão não foi aliado da Assoeva no primeiro jogo das oitavas de final da LNF. O futsal envolvente e de toques rápidos que a Assoeva impôs aos adversários na primeira fase não apareceu mais uma vez e a derrota foi inevitável. O Joinville fez uma marcação sobre os principais dribladores do time amarelo, o que obrigou os comandados de Guilhermo Verfe a concluirem de longe, parando na defesa segura do goleiro Willian. Ainda tem a volta onde a Assoeva precisará ser épica para buscar a classificação. Terá de vencer duas vezes, no tempo normal e na prorrogação.

Turma do Xuxa

Uma verdadeira constelação de bons jogadores possui o Joinville, do bom técnico Vander Iacovino. Na ausência de Leco, que foi mais cedo para o vestiário após levar uma bolada de Dilll no rosto, Xuxa liderou um time forte e ainda mais favorito a eliminar a Assoeva e crescer na competição.

Brilhante

Em 10 anos que assisto a jogos da Assoeva na Liga Nacional não tinha visto uma atuação individual tão incrível de um jogador. Seguro, concentrado e comprometido, o goleiro William fez pelo menos 20 defesas, metade delas consideradas difíceis. O goleiro de 24 anos é natural de Jaraguá do Sul e tem convocações para a seleção brasileira de futsal.

Um minuto   

“Somos o azarão, mas o esporte é imprevisível. Vamos procurar a vitória em Joinville para buscar a prorrogação”. Colocação do técnico Guilhermo Verfe, que procura deixar o grupo motivado para o jogo de volta em Santa Catarina no próximo sábado.

 

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome