A história serve para ser lembrada e recontada

Em 2014, o Guarani chegou muito perto do título da Copa Fernandão. Foto: Rui Borgmann

História rubro-negra

A história serve para ser lembrada e recontada. Durante a semana, a Folha do Mate exibiu momentos marcantes do Esporte Clube Guarani, que completou 90 anos. São pelo menos 30 anos muito vivos em minha memória desde o campeonato amador de 1988, do profissionalismo em 1989, do primeiro acesso ao Gauchão em 1990, da campanha impressionante de 1991 e da façanha de cair e voltar a triunfal em 1997. O ano de 2002 e 2003 foi espetacular que culminou com a participação inédita na Copa do Brasil.

Inclusão social

Em 2007 o Índio esteve pela última vez na elite e nos anos seguintes passou muito perto de retornar ao convívio dos grandes, como em 2015 e 2019. Que a comunidade ainda possa sentir aquela emoção e orgulho para seguir apoiando o time Índio, principalmente nas suas categorias de base. É a partir do esporte que o jovem se inclui na sociedade, faz muitos amigos e desenvolve habilidades.

Sem clássicos

Não teremos os tão sonhados Gre-Nais na final da Copa do Brasil. O futebol apresenta muitas surpresas e na última quarta-feira foi a vez do Grêmio ter seu favoritismo quebrado. A vantagem de 2 x 0 na Arena se desfez com a entrega e a capacidade de reação do Athletico-PR. O Inter entrou vacinado e bateu um abalado Cruzeiro. Faz a final em casa e tem grande possibilidade de voltar a comemorar um título nacional.

Um minuto

# Guarani começou a receber valores por ter participado da formação do volante Edenilson. O Inter deposita R$ 45 mil de forma parcelada. Recurso importante para ajudar a manter o Edmundo Feix aberto.

# Inter recebe o São Paulo e Grêmio encara o Cruzeiro, em Minas Gerais, em mais uma rodada do Brasileirão. Apesar de momentaneamente os dois estarem fora da briga pelo título, tem muito chão pela frente.

# Regional da Aslivata chega às rodadas decisivas antes da fase de mata-mata. Assespe tem jogo importante para carimbar a vaga.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome