Assoeva precisa superar façanha de 2016

A Assoeva terá de superar a façanha de 2016 se quiser chegar às quartas de final na Liga Futsal deste ano. Desde aquela competição, enfrentou o Joinville em três oportunidades nas fases eliminatórias. Em 2016, perdeu em casa por 3 x 2 e foi buscar a classificação no Complexo Cau Hansen. Venceu por 2 x 1 no tempo regulamentar com gols de Genaro e Valdin; empatou na prorrogação e o goleiro Quinzinho brilhou na última cobrança de pênalti. Com o placar de 5 x 4 na disputa de pênaltis, os gols foram de Genaro, Tiaguinho, Valdin, Bruno Souza e Tevez. Naquele ano a Assoeva perdeu as semifinais para o Corinthians.

No jogo de sábado, em SC, a Assoeva necessita vencer no tempo normal e na prorrogação, pois diferente de 2017, não haverá disputa por pênaltis, pois o adversário leva vantagem de poder empatar pela melhor campanha.

Inédita final
Em 2017, o Joinville também esteve no caminho da Assoeva, desta vez na final da competição. Após o empate por 1 x 1 em Venâncio, novo empate por 2 x 2 em Joinville e vitória dos donos da casa na prorrogação por 1 x 0. O ala Jackson Samurai (foto) brilhou marcando os três gols. O time atual da Assoeva é inferior tecnicamente comparado à qualidade do adversário, mas no futsal o inesperado pode acontecer.

Liga Futsal 2017

Azarão
Com a derrota em casa, as dificuldades aumentaram e a Assoeva é considerada o azarão para o jogo da volta em Santa Catarina. Pelo investimento e pelas pretensões do adversário de chegar ao título, a classificação do time amarelo seria uma das maiores zebras entre os confrontos das oitavas de final.

Um minuto
# ACBF e Atlântico venceram o primeiro jogo das oitavas e são considerados favoritos a chegarem aos oito melhores.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome