Empolgação

Os envolvidos com o futebol do Guarani estão empolgados com a montagem do elenco para a Divisão de Acesso. Há muito a fazer para que o clube se reestruture e tenha boas chances de voltar a triunfar sendo protagonista na Série A2 do Estado. São 13 anos longe da primeira divisão gaúcha desde a última participação em 2007. Em 2020 há um ingrediente a mais quando o clube completa 90 anos de história.

Time novo

O técnico Chicão será o responsável por montar o time e fazer com que este ganhe entrosamento para a Divisão de Acesso, que este ano conta com as novidades de Avenida e Veranópolis. O Índio terá pela frente dois clássicos contra o próprio Avenida e Lajeadense, tendo a missão de figurar entre os quatro primeiros do grupo para ter a possibilidade de disputar a fase de mata-mata.

Longevidade

Responsável pela gerência de futebol no Guarani, Jonas Reis Costa sonha com um plano de estratégia para os próximos cinco anos, fazendo com que o clube tenha continuidade ao longo dos anos e não precise montar um time inteiro a cada temporada. Nas últimas décadas, esta meta esteve longe de ser colocada em prática. Um dos entraves é oferecer aos patrocinadores e também ao sócio um retorno além dos três a quatro meses de futebol profissional.

Base e futebol feminino

É importante a formação do time profissional mas fundamental o apoio às categorias de base. A aposta é numa grande campanha do time juvenil na temporada e a novidade em 2020 fica por conta da criação de um elenco feminino a partir de fevereiro. Tudo para movimentar o Edmundo Feix em várias frentes e levar público às arquibancadas.

Um minuto

# Resgate histórico com galeria de presidentes está sendo planejado no Guarani para este ano.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome