Escassez no esporte

Período difícil para os campeonatos esportivos após as recomendações dos governos para seguirem medidas e evitar a propagação do coronavírus. Sem jogos, sem transmissões pela TV e rádio, e, consequentemente atletas parados, vale a conscientização e o cumprimento das nossas obrigações. Fazer o que é pedido e proteger os nossos pais e avós, considerados grupo de risco.
Pânico
Pessoas disseminando mensagens, vídeos e áudios falsos é o que mais temos visto nos últimos dias, causando pânico aos menos desinformados. Temos desinformações demais, o que tem deixado todos nós ainda mais perdidos e com mais medo. Como jornalista digo que é preciso confiar apenas nos meios de comunicação tradicionais. Não espalhem se não tiverem certeza, pois o pânico cresce cada vez que compartilhamos algo incerto. Façamos a nossa parte.
Exercícios
E aí, seguimos com nosso joguinho da semana com a iminência do coronavírus? Médicos explicam que é preciso evitar o contato físico e o acúmulo de pessoas, especialmente em locais como ginásios e academias. Exercícios ao ar livre não representam riscos, desde que não sejam em aglomeração, e sempre mantendo os cuidados de higiene. Correr, caminhar, disputar uma partidinha de tênis, pádel ou beach tênis é bem mais acessível, já que envolvem poucas pessoas e são realizadas, normalmente, em espaços abertos. Fica a critério de cada um.
Um minuto
# A maioria das pessoas que contrair coronavírus será assintomática, ou seja, não desenvolverá sintomas. E mais: O vírus somente começará a se dissipar quando 50% da população contrair a bactéria. É matemático.
# Mano Menezes voltou a ser pauta esta semana no noticiário paulista. Mano tem a confiança da atual diretoria e Tiago Nunes não consegue engrenar com bons resultados no Corinthians.
# Por aqui o presidente do Guarani, Sérgio Batista, ficou mais aliviado com a liberação, ao menos provisória, dos atletas profissionais. Campeonato deve retornar somente no segundo semestre.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome