Flamengo lá, Assoeva cá!


Calma, não é um Mundial de Clubes ou algo parecido, mas, assim como o Flamengo, a Assoeva é um dos poucos clubes de futebol ou futsal ainda em atividade no país quase no fim do ano. O time inicia neste sábado mais um embate pelo inédito título da Copa RS, que vale vaga na Copa do Brasil de Futsal em 2020. Mais uma vez com desfalques importantes, o time vai precisar de superação nesta reta final. Um empate em Seberi certamente será comemorado, até porque a decisão do título será em Venâncio, na terça-feira.
Miscelânea
Gostei da resposta do presidente Sérgio Batista sobre a reportagem que a Zero Hora veiculou quarta-feira insinuando que o Guarani-VA foi favorecido pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF) em 2016 para quitar salário de atletas. Na verdade o jornalista fez uma matéria extensa, no entanto sem investigou todos os fatos. Fez uma mistura de informações envolvendo o empresário Fernando Otto, que esteve em Venâncio durante esta temporada e não há três anos como consta no texto.
Pendenga
O que de fato aconteceu já é de conhecimento de todos quando o Guarani disputava a Divisão de Acesso no primeiro semestre deste ano. Foi um empréstimo a pedido do presidente Sérgio, no mês de abril, diretamente ao presidente da FGF, Francisco Novelletto. A quantia de cerca de R$ 70 mil foi solicitado após o racha da parceria com Otto, sob pena de os atletas do Índio não entrarem em campo diante do Esportivo pelas semifinais.
Dívida em aberto
Batista admite que o clube ainda deve à FGF e certamente a entidade vai parcelar ou descontar o recurso que tradicionalmente repassa aos clubes através de patrocínios. Os clubes que disputam o Acesso ainda não sabem quanto será a quota para a próxima temporada.
Pacotão
Guarani deve anunciar pacotão de contratados nesta segunda-feira. Um grupo sem estrelas, mas que tenha ambições é o que se espera no Edmundo Feix no primeiro semestre de 2020.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome