Guarani disputa a Divisão de Acesso que tem data pré-definida para reiniciar em agosto. Foto: Rui Borgmann

Encontro entre o governador Eduardo Leite e membros da FGF, esta semana, não definiu data para o retorno do Gauchão. Segundo as autoridades, não há segurança para os atletas e envolvidos nesses dias de pandemia, principalmente no Brasil onde a chamada curva do vírus ainda está em ascensão.

Uma proposta que ouvi sendo debatida na Rádio Gre-Nal para retomada e término do Gauchão não deixa de ser interessante. Eleger uma cidade sede para realizar jogos em curto período. Porto Alegre seria escolhida com a FGF custeando a estadia de todas as equipes e os atletas com testes negativados estariam aptos a jogar.

Confira a proposta:

– Jogadores devem se apresentar fardados, e após a partida deixam imediatamente o estádio.

– Imprensa liberada, podendo usar cabines e setores de cadeiras e sociais.

– Entrevistas coletivas via skype, pós jogo, já no hotel.

– Sede Beira-Rio

Rodadas triplas sábado, quarta e sábado.

Jogos às 14h, 17h, 20h

– Sede Arena do Grêmio

Rodadas triplas domingo, quinta e domingo

Jogos às 14h, 17h, 20h

Semifinais e final em jogo único.

– Isolamento do estádio no sentido de evitar aglomerações de torcedores.

Se o Gauchão está distante de uma solução, a Divisão de Acesso tem uma data pré-definida para reiniciar. Agosto de 2020. O Guarani tem a ideia de contatar seus atletas e convocá-los para se reapresentar em julho para os treinamentos.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome