Mano deixa o Cruzeiro após grande atuação do Inter

Ramon Lisboa/DA Press

O Inter venceu o Cruzeiro no Mineirão e se aproximou da final da Copa do Brasil, abrindo ainda mais a possibilidade de haver Gre-Nal inédito na final da competição. O Colorado mostrou aplicação desde o início, com uma defesa e um meio-campo seguro, além de um ataque efetivo após a entrada de Welington Silva.

Quando sentiu que poderia chegar ao gol, o Colorado partiu para cima. Após cobrança de falta do diferenciado Guerrero, Edenilson aproveitou a sobra do goleiro Fábio para decretar a vitória após 15 anos sem vencer ao Raposa no Mineirão. O duelo de volta entre as duas equipes será no dia 4 de setembro, quarta-feira, em Porto Alegre, no Beira-Rio. O Grêmio recebe o Athletico, na próxima quarta-feira, na Arena.

Após três anos e um mês no cargo, Mano Menezes acabou fazendo um acordo com a direção e comunicou sua saída. Ele participou da coletiva de imprensa, respondeu questões sobre deixar o clube e evitou comentar sobre a derrota.

O Cruzeiro venceu apenas um jogo nos últimos 18 e está há oito partidas sem marcar gol. O clube passa por uma crise política o que acabou o refletindo também dentro de campo. Mano, inclusive, foi vaiado no final do jogo de ontem.

“O torcedor não pode achar que a gente é burro. E isso vai numa continuidade e afeta a equipe, e eu tenho muito respeito pelo Cruzeiro. Não vou permitir que isso atrapalhe ainda mais este momento difícil que o clube e a equipe vem atravessando”, resumiu o técnico.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome