O último título do ano no futsal

As finais entre Assoeva e Afucs, de Seberi, ainda tem ingredientes que valem ser repercutidos. A conquista da Copa RS pela Assoeva teve muitos percalços e muito se deve à competitividade dos adversários, que montaram elencos de qualidade para um torneio mais curto. A Série Ouro foi mais arrastada e as equipes bem menos competitivas.
O pivozão
O pivô Tuiú acabou não renovando com a Assoeva, mas pode retornar em março ou abril. Um dos principais motivos é a saudade da esposa e dos filhos, que ficaram toda a temporada longe do atleta. Tuiú é pivô raiz, pouco habilidoso, mas que compensa com sua força e com a proteção de bola. Mesmo não tendo boas atuações nas finais, coube a ele levar o mérito de ter participado do primeiro gol da prorrogação.
O rival das finais
Jones foi contratado para jogar apenas os jogos finais pela Afucs. Decidiu a vitória em Seberi e foi muito marcado no jogo de volta em Venâncio. Acabou anulado e ainda recebeu o troco de alguns jogadores da Assoeva, que devolveram com ironia os passes à Ronaldinho Gaúcho, virando o rosto para o lado e dando passe para o outro. Jones é um jogador inteligente e agregador. Teve uma passagem meteórica na Assoeva em 2011 e aos 32 anos seria um grande reforço para o próprio time amarelo.
Espera
Após a derrota, comissão técnica e jogadores da Afucs precisaram aguardar por mais de uma hora para deixar o ginásio poliesportivo após uma pane geral no ônibus. Por consequência, a janta e a longa viagem de volta foram acontecer somente na madrugada de quarta-feira.
Rubro-negras
Guarani anunciou dois contratados para a Divisão de Acesso. O zagueiro Carlão e o goleiro Gustavo Marques. Executivo ofertou à direção de futebol R$ 18 mil para gastar mensalmente com parte dos atletas. Outros jogadores serão trazidos e mantidos por empresários.
Um minuto
Neste sábado haverá jogo no Edmundo Feix, organizado pelo fotógrafo Milton Klafke. Oportunidade para reunir os amigos boleiros.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome