Resistência

No clássico regional, vitória da Assoeva por 5 a 2 com muitas dificuldades. O time de Guilhermo Verfe não jogou bem, principalmente no primeiro tempo onde os santa-cruzenses impuseram uma marcação forte. Um bom teste para que o time entre nos playoffs mais ligado ao enfrentar adversários resistentes.

Líder

A vitória dá o título simbólico da primeira fase da Série Ouro à Assoeva. Em doze anos de disputa, é a primeira vez que isto acontece. É claro, sem a presença de ACBF e Atlântico, que disputam uma competição independente. A Assoeva traçou como meta o título da competição.

Barreira

A Assaf dificultou bastante as ações da Assoeva, com uma atuação brilhante do goleiro Alemão, que fez o possível para parar o ataque avassalador do time amarelo. Foram dezenas de finalizações e a vitória foi facilitada e consolidada após duas expulsões do adversário. A Assoeva aproveitou a vantagem numérica para vencer e dominou a etapa final.

Vitória do Palanque

Olé FC contou a história do clássico regional entre Fluminense e Palanque, em Mato Leitão. Bela estrutura do estádio, torcedor animado nas arquibancadas e um clássico recheado de emoções e muitos gols. O Palanque venceu por 3 a 2 e assumiu a liderança do grupo D. Mais objetivo, mereceu a vitória sobre um adversário bem montado e que retornou esse ano à competição. No domingo as equipes se enfrentam novamente em Vila Palanque.

Um minuto

# “Não precisamos golear todo mundo, temos de vencer e ser campeões”, técnico Guilhermo Verfe após a atuação ruim da Assoeva durante o primeiro tempo.

# Adversário da Assoeva no sábado, pela LNF, Campo Mourão faz campanha surpreendente com a terceira melhor campanha em aproveitamento.

# Inter e Grêmio têm semana importante pelas quartas de final da Libertadores da América.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome