A pandemia e os empregos

O Brasil iniciava mais um ano se recuperando de um ciclo de perda de empregos, quando veio a pandemia do coronavírus e provocou um ‘tsunami’ no mundo. E o Brasil está pagando caro. Sem contar o lamento pelas já mais de 100 mil mortes, os recursos para a saúde tiveram que ser retirados de outros lugares do orçamento da União, recursos para o auxílio emergencial estão sendo pagos com dinheiro que o governo pagará com juros, a receita de impostos encolheu. O país ficou mais pobre.
No setor econômico, a ‘ré’ provocada pelo vírus chinês foi astronômica, com empresas em extrema dificuldade, tentando sobreviver, milhares fecharam e umas poucas aumentaram faturamento. O país perdeu um milhão de empregos desde março e só em julho, conseguiu retomar, com a geração de 131 mil postos de trabalho com carteira assinada. Neste contexto, Venâncio, como já citei aqui, e como o prefeito Giovane Wickert (PSB) tem reiterado, está perdendo menos. Por conta dos saldos negativos das grandes cidades, Venâncio chegou a ser o município que mais empregos gerou no ano, no Brasil em junho, por ter saldos positivos. Em julho a cidade teve saldo negativo de 320 empregos, sinalizando que a mão de obra temporária está deixando a indústria do tabaco, com o fim do processamento da safra. No ano passado, no mês de julho, nosso saldo tinha sido -1.107 empregos. Tínhamos, em julho, 3.085 empregos de saldo no ano. Em 2020 tivemos 3.452.
Venâncio sofreu menos e vai sair mais forte da pandemia.

 

Notinhas

* E vai crescendo o interesse e a cobertura para a eleição de 15 de novembro. Nesta semana a cobertura conjunta da Folha e Terra FM traz duas estreias. Na quarta começa o programa semanal das 19h às 21h tratando sobre eleição. O Juiz Eleitoral João Francisco Goulart Borges é o primeiro entrevistado. Também na quarta inicia o treinamento para pré-candidatos, promovido pela Folha e Terra para quem vai concorrer. O professor Ricardo Hermany, da Unisc, vai falar, na quarta e quinta das 19h às 21h, sobre legislação eleitoral e atribuições dos cargos de vereador, prefeito e vice.

* E o PT não terá candidato a prefeito em Venâncio. A informação foi revelada ontem pelo presidente Cesar Schumacher, ao informar que a convenção para homologar a chapa proporcional ao Legislativo será na segunda semana de setembro. Vamos ter eleição com dois candidatos.

* Benildo Soares anunciou ontem a tardinha que o Republicanos, partido que integra o governo municipal, vai apoiar a candidatura de oposição de Jarbas da Rosa (PDT) na eleição.

* O Inter venceu o Atlético MG por 1×0 e assume a liderança isolada do Brasileiro com 12 pontos. Surpresa geral. O Grêmio empatou em 0x0 com o Vasco e é 9º, com 7.
* O meio de semana será de decisões dos regionais. Grêmio e Caxias fazem o primeiro jogo da decisão do Gauchão, quarta, em Caxias. O segundo é domingo, na Arena.
* Na Champions League o Bayern venceu o PSG de Neymar por 1×0 . A máquina alemã venceu os 11 jogos e leva o sexto título merecido.

Do Twitter

* UOL: Moro não foi imparcial em julgamento de Lula, dizem 97% dos professores de direito em pesquisa
* Folha S. Paulo: Teto de gastos é atentado contra povo brasileiro, escreve Dilma
* Estadão: ‘Vontade de encher sua boca de porrada’, diz Bolsonaro a jornalista que o questionou sobre Queiroz
* Rosane Oliveira: Presidente Jair Bolsonaro, por que sua esposa Michelle recebeu R$ 89 mil do Queiroz? O senhor não quer ou não pode responder a essa pergunta?
* Bolsonaro: Há pelo menos 10 anos o sistema Globo me persegue e nada conseguiram provar contra mim. Agora aguardo explicações da família Marinho sobre a delação do “doleiro dos doleiros”, onde valores superiores a R$ 1 bilhão teriam sido repassados a eles.
* Cristian Deves: Sugiro abrir a “caixa preta” de todo mundo….. de todos políticos e de toda Imprensa. Assim resolveríamos isso tudo….. não tenho politico nem imprensa de estimação. Quero viver em outro Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques