Álida, a única mãe de dois prefeitos

Álida com os cinco filhos nos seus 92 anos. (Foto: Arquivo Pessoal)

No final de semana do Dia dos Pais, o ex-prefeito Airton Artus (PDT) postou, em rede social, uma foto da sua mãe, Álida Batistti Artus, que completou 92 anos, com os filhos. Álida é mãe de cinco filhos; quatro filhos homens, todos médicos Hélio, Celso, Airton e Luís Paulo. E uma mulher, Marlene Johann, Bioquímica.

Álida é a única mãe que tem dois filhos prefeitos em Venâncio; Celso Artus (PMDB-1997-2000) e Airton Artus (PDT-2009-2012 e 2013-2016). Os dois foram vereador, vice-prefeito e prefeito. Airton é hoje suplente de deputado estadual. Hélio teve cinco mandatos de vereador pelo PMDB e PDT. Luís Paulo sempre atuou na retaguarda.

O pai, João Artus, que gostava de política e militava no MDB, teve um derrame (AVC) em 1987 e faleceu em 1991, não chegou a presenciar o primeiro filho, Celso, se eleger vereador em 1988.

Lembro bem do ‘seu’ João, das visitas semanais que lhe fazia, nos anos 70, para buscar a lista de ofertas do Super Artus, que saia na capa da Folha nas sextas. Com seu jeitão calmo, atendia no Atacado, na 15 de Novembro, ao lado do Sete, onde depois funcionou o Fórum e hoje está o Cemuc. O super era na esquina da Júlio com Jacob Becker. Depois o segundo saiu na esquina da Osvaldo Aranha com a 15, onde hoje é a Taqi.

 

Notinhas

* Amvarp e Cisvale realizam reunião conjunta hoje em Santa Cruz pela manhã. A tarde realizam um workshop sobre PPP’s e Concessões no Memorial da Unisc. O prefeito Giovane Wickert (PSB) fala sobre o projeto da PPP da Iluminação Pública em Venâncio.

* O vice-prefeito Celso Krämer (PTB) lidera comitiva que visita o vice-governador, Delegado Ranolfo Rodrigues (PTB), que é secretário da Segurança Pública. E tem coisa pra resolver lá.

* Levantamento regional feito pela Gazeta mostra que o gás está entre R$ 60 e R$ 68 nos postos de venda no Vale do Rio Pardo. A taxa de entrega varia de R$ 2 até R$ 15. Você sabe o preço e a taxa que paga pro seu distribuidor?

* Já escrevi aqui que o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, trabalhava silenciosamente como ‘engenheiro de Bolsonaro’, e tira muitas obras do papel. Ontem Bolsonaro esteve em Turuçu para inaugurar os primeiros 47km concluídos da duplicação da BR-116, entre Porto Alegre e Pelotas. A obra de 211 km foi licitada por Lula em 2009, passou por Dilma e Temer e nenhum km de asfalto foi concluído. Bolsonaro também anunciou liberação de mais R$ 100 milhões para mais 55 km, e a conclusão da obra para 2021. Sem maracutaias, sem propina em tudo, as coisas andam mais rápido.

* No Brasileiro o Grêmio (com reservas) levou 3×1 do Flamengo no Maracanã e segue em 13º com 17 pontos. O Inter (com titulares) empatou em 0x0 com o Corinthians no Beira Rio e caiu para 8º com 21 pontos.

* No meio de semana o Grêmio joga quarta na Arena, às 21h30min, o primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil contra o Athletico PR.

* Depois vem as quartas de final da Libertadores com Grêmio x Palmeiras na Arena, dia 20, às 21h30min. Flamengo x Inter no Maracanã, dia 21, às 21h30min. A decisão de vaga será nos jogos de volta, dia 27 do Grêmio e 28 do Inter. Quem passar se enfrenta na semifinal.

 

Do Twitter

* Exame: Economistas projetam Selic a 5% e diminuem previsão do PIB.

* Estadão: Nunca ninguém disse que seria fácil enfrentar poderosos’, diz Deltan Dallagnol.

* O Globo: Abalados por corrupção, MDB, PT e PSDB ensaiam renovação sob olhar de antigas lideranças.

* Folha S. Paulo: Integrante do PCC diz que facção criminosa tinha “diálogo cabuloso” com o PT.

* UOL: Não há indicativo de negociação do governo PT com o PCC, afirma promotor.

* IstoÉ: Fernández, que tem como candidata a vice a ex-presidente Cristina Kirchner (2007-2015), obteve 47% dos votos nas eleições primárias argentinas.

* Crusoé: Para Bolsonaro, “a turma de Cristina Kirchner é a mesma da Dilma Rousseff”.

* UOL: “O Rio Grande do Sul pode virar nova Roraima se esquerda for eleita na Argentina”, diz Bolsonaro.

* Gleisi Hoiffmann: Mais mensagens reveladas por The Intercept, mostram que a República de Curitiba se considerava o centro de poder no Brasil. Deltan era o Procurador Geral e Moro era o Supremo. Disputavam com essas instituições, sem qualquer inibição. Aventureiros, queriam piratear o poder.

* Alceu Moreira: Fica cada vez mais claro que a corja do PT é amiga e apoiadora de bandido! Manter “diálogo cabuloso” com PCC e permitir que milhares de vidas sejam perdidas pelo tráfico de drogas no Brasil é uma barbárie incalculável.

* Bolsonaro: A esquerda sempre alegou defender o diálogo. Já sabemos como eram feitos os diálogos no mensalão e petrolão. Dessa vez um líder da facção criminosa PCC revela sentir falta do “diálogo cabuloso” que tinha com o governo na era PT. Sinal de que estamos no caminho certo.

* Cristian Deves: Gleisi chama Bolsonaro e Moro de bandidos e agora aparece um áudio de um integrante do PCC reclamando do Moro e com saudade do tempo do PT.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome