Começam as convenções partidárias

O calendário eleitoral marca para esta quarta, 20, o início das convenções dos partidos políticos para homologarem candidatos para a eleição do dia 2 de outubro, quando serão eleitos Presidente da República, Governadores de Estados, Senadores, Deputados Federais e Deputados Estaduais. São cinco votos que cada eleitor tem para contribuir democraticamente na escolha de quem vai nos governar e nos representar. É o momento em que todos os brasileiros tem o mesmo valor, pois cada voto tem peso igual.
As convenções vão até 5 de agosto, mas e maioria será realizada em julho. Até o dia 15 de agosto os partidos precisam registrar as candidaturas na Justiça Eleitoral e dia 16 inicia oficialmente a campanha de 45 dias, mas que está nas ruas faz tempo, com as pré-campanhas.
Venâncio vai ter quatro candidatos homologados pelos partidos nesta eleição. Para deputado estadual os ex-prefeitos Airton Artus (PDT) e Giovane Wickert (PSB) e o ex-vice-prefeito Celso Krämer (Podemos). Para deputada federal a suplente de vereadora do PTB, Silvia Schirrmann que concorre pelo Podemos.

Notinhas

Leitor Dari Dreissig, da Vila Battisti, que sempre diz com orgulho ser assinante da Folha faz 20 anos, me envia registro da visita que fez ao ex-prefeito Almedo Dettenborn, que no sábado, 16, completou 82 anos e recebeu muito amigos. Na foto, na casa do genro Airton de Souza, estão os músicos Sergio Moreira e Flavio Pochay, mais os amigos Pedro Laranja e Adão Vieira com Dari, que fizeram a visita para parabenizar Almedo.

  • A Assembleia Legislativa rejeitou a destinação de R$ 500 milhões de recursos do estado para obras federais no RS. Agora o governador Ranolfo Vieira Júnior (PSDB) pede aos técnicos do governo indicações para aplicar estes R$ 500 milhões. Alô Comissão Pró-Asfalto na ERS-244, pode sair daí o dinheiro que falta para fazer os 16km ligando Venâncio até Vale Verde.
  • TRE gaúcho desautorizou medida absurda da juíza que queria proibir o uso da bandeira nacional na campanha pois identificaria apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Para a TRE a bandeira nacional é de todos os brasileiros. E é.

Do Twitter

  • O Globo: Caso Marcelo Arruda: Polícia Civil conclui que homicídio não foi crime de ódio
  • Estadão: Bolsonaro volta a Juiz de Fora após a facada e diz que Fachin é ‘suspeito’ para comandar TSE
  • Gazeta do Povo: TRE do RS define que uso da bandeira nacional não configura propaganda eleitoral
  • Folha S. Paulo: Ministro da Justiça pede que PF investigue filme que simula ataque a presidente
  • Bia Kicis: Vídeo encena a morte do Presidente Bolsonaro em queda de moto. Detalhe da suástica em sangue no peito. Seria isso liberdade artística, liberdade de expressão ou um ato criminoso e estímulo à agressão contra sua pessoa. Não seria ataque à democracia? Com a palavra, Xandão!
  • Rodrigo Constantino: Uruguai, que legalizou a venda de maconha, sofre com onda de violência sem precedentes ligada ao narcotráfico
  • Aguinaldo Silva: As florestas da França estão em chamas! E agora, Macron?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques