Duda Kappel surta de novo na Câmara

O vereador Eduardo Kappel (PL) teve mais um dos seus ataques raivosos na Câmara de Vereadores na reunião de segunda, quando ocupou seus 7 minutos de tribuna e recebeu cessão de mais 5 minutos do vereador Adelânio Ruppenthal (PSB) e 2 de Arnildo Câmara (PTB). Ele fez ataques pessoais à colegas vereadores e mais uma vez atacou a Folha. Depois de se pronunciar foi embora. O desespero de Kappel é fácil identificar; a ameaça real de não se reeleger, agora que não tem mais coligação proporcional para lhe ajudar.
Este comportamento raivoso de Kappel causa estragos ao prefeito Giovane Wickert (PSB), de quem é parceiro político. Quando foi presidente da Câmara, no ano passado, Kappel fez reuniões interiorizadas, o que entendo ser uma ótima ideia. Mas Kappel transformou estas reuniões interiorizadas em ‘palanque’ para elogiar o governo, atacar adversários políticos e ofender agricultores por não terem votado maciçamente no vice-prefeito Celso Krämer (PTB) para deputado estadual em 2018. Krämer fez só a metade dos votos que já fizera em 2014 em Venâncio, também para deputado, quando era vereador.
A cada surtada dessas ouço mais pessoas afirmando que Celso Krämer e Duda Kappel ‘minaram’ a reeleição do prefeito Giovane Wickert.

Notinhas

* Vereadora Helena da Rosa (MDB), presidente da Câmara, anuncia que vai encaminhar à Justiça a gravação das manifestações de Eduardo Kappel (PL), pedindo providências por falta de decoro.
* Vi vídeo da campanha do prefeito Giovane em rede social visitando uma fábrica, acompanhado de Vinícius Medeiros, presidente do PSDB, partido aliado nesta campanha. Vico foi candidato a prefeito em 2016, quando fez 6.821 votos (15.64%), na disputa equilibrada onde Giovane fez 18.042 (41,37%) e Jarbas fez 17.788 (40,78%), uma diferença de 254 votos (0,59%). Giovane pensa em somar os votos. Boa estratégia.
* Ontem foi concluído o trabalho de campo da segunda rodada da pesquisa Methodus em Venâncio, que ouviu 400 eleitores no centro, bairros e todos distritos do interior, sobre sua intenção de voto neste momento para prefeito e vereador. E deu correria. Aqui na Folha recebemos denúncias de uma campanha acusando a outra, de que estariam seguindo os pesquisadores. Com as informações que recebemos é fácil perceber que na verdade uma campanha estava ‘fiscalizando’ e fotografando a outra, para denunciar.
* Do diretor da Methodus, José Carlos Sauer: “Na Methodus sabemos que teve militantes seguindo pesquisadores, o que não é novo. Mas os pesquisadores são treinados, eles procuram eleitores dentro de perfil técnico determinado nas planilhas e não entrevistam eleitores que se apresentam, muito menos se forem militantes de campanha.”
* Do prefeito Giovane ontem: “Nós estamos pedindo na justiça os formulários de quem respondeu a pesquisa para conferir se conseguiram de fato filtrar isso tudo.”
* De José Carlos Sauer, diretor da Methodus: “Por lei é permitido solicitar acesso aos questionários aplicados, depois da divulgação e sem a identificação dos eleitores. Os 400 questionários aplicados estão a disposição.” Quem não deve não teme.

Esportivas

* O Inter joga hoje a classificação na Libertadores contra o Universidade Católica, às 21h30min, no Chile. Pode classificar até com derrota.
* O Grêmio joga às 21h30min contra o América de Cali, na Arena, já classificado.
* No domingo, às 18h15min, tem Inter x Flamengo, ‘jogaço’ no Beira Rio, pelo Brasileiro. Jogo de estádio superlotado, não fosse a pandemia do coronavírus.
* O Grêmio joga também às 18h15min, contra o Athlético, no Paraná.

Do Twitter

* Veja: Bolsonaro desautoriza Pazuello sobre pacto com Doria por vacina chinesa
* Exame: Brasil deve entrar na OCDE em um ano, prevê Guedes
* GZH: Flagrado com dinheiro na cueca, Chico Rodrigues pede afastamento do Senado
* Globo: Caio Ribeiro fala sobre o caso Robinho: “Tem que pagar como qualquer outra pessoa”
* Folha S. Paulo/Renata Mendonça: Infelizmente, existe o movimento feminista; mulheres com pelo no sovaco atacam novamente, e a vítima da vez é Robinho
* Veja/Ricardo Noblat: Segundo Lula, o Brasil é governado por ‘um bando de vira-latas
* Bolsonaro: Na ONU, denunciei a existência da grande perseguição aos cristãos ao redor do mundo: a cristofobia. Hoje, igrejas foram incendiadas na capital do Chile por grupos de esquerda

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome