Eleitor de Venâncio vota 12 ou 40

As duas frentes políticas que se formaram para a eleição municipal de Venâncio, tratam de registrar as candidaturas, aprovadas pelas convenções partidárias no início do mês.
Jarbas da Rosa (PDT) e Izaura Landim (MDB) já estão registrados no TSE, aguardando homologação dos nomes para iniciar a campanha oficial neste domingo, dia 27, conforme determina o calendário eleitoral. Jarbas terá o número 12 do PDT e a coligação de sete partidos (PDT, MDB, PSD, PSL, Cidadania, Republicanos e PSC) se chama ‘Aliança Pelo Desenvolvimento’.
O prefeito Giovane Wickert (PSB) e o vice Celso Krämer (PTB) encaminharam ontem a tarde o registro da chapa. Giovane vai ter o número 40, do PSB e a coligação de seis partidos (PSB, PTB, PSDB, DEM, PP e PL) se chama ‘Unidos Por Todos’.
No dia 15 de novembro os eleitores de Venâncio escolhem entre o 12 e o 40 para apertar na urna e escolher o novo prefeito, além das mais de 200 opções para vereador. Antes disso, as duas frentes terão oportunidades de mostrar os seus planos de governo na campanha, para que o eleitor possa fazer suas avaliações e a sua escolha.
Aqui na Folha e na Terra FM, o Plano de Cobertura, apresentado e entregue na manhã de quinta-feira, 24, aos candidatos e presidentes de partidos, prevê reportagens, agendas, entrevistas, lives e debates com Giovane e Jarbas, onde cada um poderá falar de suas propostas para governar Venâncio de 2021 a 2024.

Momento de descontração entre Giovane e Jarbas na apresentação do Plano de Cobertura da Folha e Terra FM nas plataformas rádio, jornal impresso e digital. (Foto: Jansle Appel Junior/AI/Giovane)

Microrregião
Na tarde de quinta, Folha e Terra reuniram os candidatos a prefeito e vice e presidentes de partidos de Mato Leitão, Passo do Sobrado e Vale Verde, para apresentar o Plano de Cobertura. Em Mato Leitão o prefeito Carlos Bohn (PSDB) é candidato único. Em Vale Verde o prefeito Carlos Gustavo Schuh (MDB) concorre a reeleição e o ex-prefeito Ricardo Azeredo (PSB) também é candidato. Em Passo do Sobrado são quatro candidatos; Nubia Bartz (PDT), Evaldir Dettenborn (PSDB), Edgar Thiesen (MDB) e Ivo Port (PT).

Hermany é contra as emendas impositivas

Durante participação no programa ‘Seu Voto, Sua Voz’, da Terra FM, na noite de quinta-feira, 24, o coordenador do curso de Direito da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) campus Venâncio Aires e consultor da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Ricardo Hermany, manifestou posição contrária à adoção das emendas impositivas para os vereadores. “É muito ruim para a democracia. Vai gerar a impossibilidade prática de fazer renovação. Essa emenda vai reproduzir no espaço municipal um problema do espaço federal”, justificou. A emenda impositiva é o instrumento pelo qual os vereadores podem apresentar emendas à Lei Orçamentária Anual (LOA), destinando recursos do Município para determinadas obras, projetos ou instituições. Na Capital do Chimarrão, a Câmara terá, a partir de 2020, 1,2% do total da receita corrente líquida para indicar emendas. Metade do valor precisa ser destinado para ações na área da saúde. O restante fica à livre escolha dos parlamentares.

Advogado Ricardo Hermany participou do programa da Terra FM e Folha do Mate sobre eleições municipais. (Foto: Daniel Heck)

 

As tipuanas

Perguntei nesta semana ao prefeito Giovane Wickert (PSB) sobre o Calçadão e as tipuanas. O Calçadão está sendo remodelado numa parceria da Prefeitura com empresários que tem lojas no local. Para isso foram derrubadas tipuanas do lado esquerdo de quem desce a Osvaldo Aranha, no Calçadão e na quadra entre a Jacob Becker e Barão do Triunfo, onde as tipuanas estão sendo retiradas para estancar os prejuízos da pavimentação da rua, das calçadas e dos prédios.
Giovane revela que o lado direito do Calçadão está projetado para ser remodelado em 2021. Ele disse que já tem até recursos alocados, através de emenda de R$ 500 mil do deputado Marcelo Moraes (PTB).

Desinformação

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na abertura da assembleia anual da Organização das Nações Unidas (ONU), que foi realizada de forma virtual na terça-feira, foi muito contestado e criticado pela oposição e pela grande imprensa. O que fazem, falando mal do Brasil, é desinformação, cobrou Bolsonaro. A mesma imprensa que viu Dilma dizer asneiras na ONU e minimizava para não prejudicar o Brasil lá fora.
O que mais incomoda o ‘establishment’ (oposição, grande imprensa e ‘especialistas’) é Bolsonaro dizer que o Brasil é o país que mais preserva florestas nativas no planeta. É, sim, um contrassenso em tempos de incêndios gigantescos na Amazônia e no Pantanal. Mas, uma verdade, pois nenhum outro país tem tantas florestas nativas como o Brasil tem. E exatamente os países que cortaram todas suas florestas nativas, querem ensinar aos brasileiros como preservar.

Pesquisas

* Pesquisa RealTime Big Data no Correio do Povo mostra a largada da eleição de Porto Alegre. Manuela D’Ávila (PC do B) lidera com 21%, José Fortunatti (PTB) tem 11%, o prefeito Nelson Marchezan Jr. (PSDB) 10% e Sebastião Melo (MDB) 10%. Depois vem Juliana Brizola (PDT) 4%, Fernanda Melchiona (PSOL) 3% e Gustavo Paim (PP) 2%. João Derly (Republicanos), Júlio Flores (PSTU) e Monserrat Martins (PV) tem 1%.

* Em Canoas a mesma pesquisa mostra o ex-prefeito Jairo Jorge (PSD) com 45% e o prefeito Cesar Busato (PTB) com 14,1%. Outros sete candidatos ficam abaixo de 3%. Jairo, que foi prefeito reeleito pelo PT, candidato a governador pelo PDT em 2018, venceria a eleição no primeiro turno, aponta a pesquisa, com 66|% dos votos válidos.

* Nova pesquisa CNI/Ibope é um balde de água fria para os críticos de Bolsonaro. Na avaliação do seu governo o ótimo e bom subiu de 29% em dezembro para 40% agora. O regular caiu de 31% para 29% e o ruim e péssimo caiu de 38%% para 29%. A aprovação do Presidente subiu de 41% para 50%. O ‘establishment’ pira.
Quanto mais batem, mais Bolsonaro tem apoio popular.

Duplicação da 287

Nesta semana foi publicado o edital de concessão da RSC-287 para a iniciativa privada, através de leilão em bolsa de valores no dia 18 de dezembro. A concessão dos 204 km, de Tabaí até Santa Maria, é por 30 anos e prevê a duplicação da rodovia em 20 anos. O trecho Tabaí – Santa Cruz em seis anos, até 2027.
No posto Chama, que fica na rodovia, quase no trevo de Venâncio, Adriano Reginatto diz que existe a preocupação com o projeto de duplicação, pelo qual, quem acessar as fábricas da Marasca, Tabacum e UTC, ou Sede dos Motoristas, por exemplo, terá que fazer o retorno lá na ervateira Elacy, em Ponte Queimada, para poder retornar para a cidade.
Ver os projetos e debater a melhor mobilidade, antes de iniciar as obras, é compromisso de nossas lideranças políticas, de entidades empresariais e de classe.

Pela concessão

O ex-prefeito Airton Artus se posiciona a favor da concessão da rodovia.
“Há alguns anos integro um grupo chamado “Duplica 287”. Políticos e representantes de entidades de Venâncio, Santa Cruz, Vera Cruz, Candelária e Santa Maria.
Defendemos a concessão como única forma de duplicar a rodovia.
Ninguém gosta de pagar pedágio, mas pior é pagar e não ter estrada.
A EGR além de se mostrar incompetente, tem parte dos recursos drenados para o caixa único.
Na minha opinião, devemos enfrentar o risco. Vale a pena pagar mais em nome da segurança e do conforto.
Só não pode ficar como está hoje.”

Esportivas

* A Assoeva levou 4×1 do Campo Mourão, no Paraná, pela Liga Futsal. No domingo tem início o Estadual com todos clubes jogando em Bento Gonçalves. A Assoeva joga às 10h, contra Itaqui.
* E o Grêmio venceu por 1×0 o Gre-N al da Libertadores. Agora são 10 clássicos sem vitória colorada. Na tabela o Inter segue líder do Grupo com 7 pontos e o Grêmio também com 7 é segundo. América de Cali e Universidade de Chile empataram em 1×1 e tem 4 cada um.
* No fim de semana tem Brasileiro. Inter x São Paulo hoje às 19h. Atlético MG x Grêmio às 21h. O Inter é vice-líder com 20 e o Grêmio é 12º com 13 pontos.

Do Twitter

* Estadão: Avaliação positiva de Bolsonaro sobe de 29% para 40% em nove meses, mostra pesquisa CNI/Ibope
* IstoÉ: “Por que esses países invés de dar dinheiro para nós reflorestar, não reflorestam os seus países?”, questiona Bolsonaro
* CNN: Reeleição agravou abuso de poder e deve ser revista no Brasil, diz ex-presidente, Fernando Henrique Cardoso
* Veja: “Se você puder sair das redes sociais, saia”, diz Tristan Harris, ex-funcionário do Google
* Cristian Deves: Bolsonaro vai na ONU e defende o BRASIL e tem gente que não gostou…

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome