ERS-244 teve capitulo em 2010

Na coluna de terça historiei a luta pelo asfalto na ERS-244, trecho de 16,8km entre Venâncio Aires e Vale Verde, pleito que volta à tona agora, com uma nova mobilização de políticos e comunidade. Citei que em 2010 Leandro Haag (PSDB), como candidato a deputado estadual, levantou esta bandeira, mas faltou complementar que saiu até a autorização da obra na estrada, com custo de R$ 27,5 milhões, assinada pela governadora Yeda Crusius (PSDB-2007-2010)) no governo do prefeito Airton Artus (PDT-2008-2012), durante visita dela à Fenachim, em maio de 2010.
Yeda veio abrir a Fenachim, inaugurou o recapeamento do Acesso Leopoldina e assinou autorização de obras de asfalto na ERS-422 até Linha Brasil, trecho de 10,5km, e na ERS-244, de Venâncio até Vale Verde, com 16,8km, além de repassar ao município a área de 20 há do aeroporto e ceder máquinas para limpeza do arroio Castelhano, um pacote de obras que foi negociado pelo prefeito Airton Artus com a governadora. Pacote que incluiu também a transformação do presídio semiaberto, com 300 presos, que fugiam todos os dias e apavoravam a comunidade local, em construção de um presídio fechado, a PEVA, para 530 apenados, com segurança. Naquele dia Airton disse que se Yeda fosse reeleita, Venâncio Aires estaria bem atendido pelo estado. Ela não se reelegeu, mas saiu o recapeamento do Acesso Leopoldina, o asfalto da ERS-422 até Linha Brasil, a devolução da área do aeroporto, a cedência de máquinas para limpeza do Castelhano e o presídio. Só não saiu o asfalto da ERS-244. Artus me disse nesta semana que se Yeda tivesse sido reeleita esta estrada teria sido asfaltada. Mas veio o governo Tarso Genro (PT) e a obra não saiu mais. Mas, como dizia um ‘jargão’ de Nestor Azeredo, que foi vereador pelo PDT e hoje está no PSB, ‘a luta continua’. E Artus se soma ao grupo de políticos que inicia uma nova tentativa de fazer esse asfalto sair do papel. Ele terá seu ingresso no grupo solicitado pelo prefeito Jarbas da Rosa.

Artus com Yeda na Fenachim de 21010, quando foi assinada a autorização para asfaltar a ERS-244, trecho Venâncio – Vale Verde com valor de R$ 27,6 milhões. (Foto: Divulgação)

Notas

* Boa noticia de ontem foi o anúncio do governador do estado, Eduardo Leite (PSDB) sobre investimentos em estradas. E na liberação de R$ 61 milhões de convênios de governos passados, está o dinheiro para o asfalto para Linha Sapé, até o frigorífico. São 5,7km com custo orçado em R$ 7 milhões. O convênio do estado, firmando em 2018 com o prefeito Giovane Wickert (PSB), era de participação com R$ 4,2 milhões do Daer e R$ 1 milhão do Município. O valor foi aditado e o município colocou mais R$ 1 milhão. Agora vai. Estiveram no ato a vice-prefeita Izaura Landim (MDB) e o secretário municipal de Planejamento, Gustavo Von Helden. O ex-prefeito Giovane Wickert (PSB), secretário Adjunto de Obras do Estado, que fez o convênio em 2018, também participou do ato.

* Enquanto isso o prefeito Jarbas da Rosa (PDT) recebia aqui o presidente da Hyundai no Brasil, Victor Parker, que veio conhecer mais sobre Venâncio. Ele morou em Porto Alegre por muitos anos, conhece a região e falou ao prefeito que integra um grupo de investidores que prospectam oportunidades de investimentos em desenvolvimento de cidades. Levou muitas informações. Isso pode render. Os coreanos, com muito dinheiro e sem espaço no seu pequeno e desenvolvido país, estão buscando oportunidades para investimentos no mundo, já afirmara o ex-prefeito Giovane Wickert (PSB) quando esteve em Seul em 2017, vendo tecnologia para transformar lixo em energia e iluminação led.

* Outra boa notícia na semana para Venâncio foi o anúncio da instalação da Incubadora Tecnológica da Unisc aqui. Durante visita do prefeito Jarbas da Rosa e equipe ao Parque Científico e Tecnológico Unisc (TecnoUnisc) em Santa Cruz, a reitora Carmem Lúcia Helfer anunciou a decisão. Um protocolo de intenções vai ser assinado para implantação, provavelmente, junto ao campus da Unisc em Venâncio. É uma oportunidade para empreendedores

* Repercute a ação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público e Policia Civil em ação de busca e apreensão na Prefeitura em Mato Leitão, investigando indícios de superfaturamento na aquisição e transporte de brita e cascalho nos anos de 2015 e 2016, quando a prefeita era Carmem Goerck (PP). Carmem se diz tranquila de que não fez nada de errado.

* Faleceu na terça-feira, aos 81 anos, Heitor Müller, ex-presidente da Fiergs entre 2011 e 2017. Ele era natural de Tupandi, então distrito de Montenegro, cidade onde morava e dirigiu muitas entidades de classe e empresas. Conheci Müller nas reuniões anuais onde recebia com almoço os jornais diários do interior, com quem tinha uma parceria para fomentar o desenvolvimento industrial. Deixa o legado de muito ensinamento e ações.

* Vereadores Guilherme Ubatuba, jovem muito atuante, que chegou ao legislativo de Vale Verde na eleição de 2020, e Gabriel Dettenborn de Mello, ambos do MDB, lideraram uma ação de plantio de mudas de tipuanas na rodovia ERS-405, que passa pela cidade. Com alunos da escola Curupaiti, plantaram 78 tipuanas, seguindo o que já fora feito em 1997 e em 2002, quando também foram plantadas tipuanas à beira do asfalto. Uma bela iniciativa.
Ao ver por fotos que o plantio das mudas é cerca de um metro ao lado do asfalto, me vem à lembrança o estrago das tipuanas plantadas em Venâncio nos anos 80 e que foram cortadas no ano passado, porque estavam destruindo o centro. A tipuana é uma árvore que cresce muito rápido, produz sombra frondosa, mas suas raízes são muito agressivas. E elas levantam o que vem pela frente. A iniciativa por um túnel verde em Vale Verde, pode trazer junto a destruição do asfalto no futuro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques