Germano Rigotto cobra revisão de dívidas


Germano Rigotto cobra revisão de dívidas
Germano Rigotto cobra revisão de dívidas

A revisão dos contratos de federalização das dívidas, além de corrigir uma injustiça por conta da adoção de um índice de correção muito acima da inflação, é necessária para estancar uma situação que sufoca a capacidade de investimentos por parte de estados e municípios. Esta a avaliação do ex-governador Germano Rigotto (PMDB), que debateu em reunião-almoço com os deputados estaduais do PMDB, na terça-feira, 27, a mobilização em favor da repactuação das dívidas com a União. Rigotto é um dos maiores conhecedores sobre a questão tributária no país.

Quando houve a federalização dos seus débitos, em 1997, o RS devia R$ 11 bilhões e até 2010 já pagou R$ 18,7 bilhões. No entanto, pelos cálculos atuais, o passivo alcança agora R$ 40,6 bilhões.

é a mais pura agiotagem da União contra os estados. Traduzindo, já pagamos a conta quase duas vezes e devemos quatro vezes mais.

Destaques