Governo acena com CPMF. Bolsonaro nega

Na campanha Bolsonaro negou que recriaria a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Ontem a tarde o Secretário d a Receita, Marcos Cintra, anunciou a intenção do governo de recriar o imposto com o nome de Contribuição sobre Pagamentos (CP), com alíquota a ser definida entre 0,20% e 0,40% sobre movimentações bancárias.

No início da noite o presidente Bolsonaro, que se recupera de uma cirurgia no hospital, disse que não vai ter CPMF e mandou o Ministro da Economia Paulo Guedes, demitir Cintra.

A contribuição financeira foi criada em 1993, no governo Itamar Franco (PMDB), como Imposto Provisório sobre Movimentação Financeira (IPMF), com alíquota de 0,25% sobre movimentações bancárias. Em 1997 Fernando Henrique Cardoso (PSDB) criou a CPMF e aumentou a taxa para 0,38%. A CPMF seguiu nos governos Lula. Em 2007, já no segundo governo Lula, o Senado rejeitou a prorrogação da CPMF.

Quando foi criado o tributo entedia que era uma cobrança equilibrada, não que seu seja a favor de mais impostos, pelo contrário, penso que pagamos demais, mas pelo fato de que na CPMF paga menos quem movimenta menos dinheiro nos bancos e paga mais quem movimenta mais. Continuo com o mesmo pensamento, mas Bolsonaro garante que a CPMF fica de fora de reforma tributária.

 

Notinhas

* Ontem, pela manhã, recebi a visita da presidente do PSL, Claidir Kerkhoff e o vice Dirceu Becker. Durante o chimarrão os dois apresentaram um manifesto para divulgação, que está em artigo assinado por eles, ao lado. Claidir veio do PDT e Dirceu do PMDB. Ambos batem na tecla de que querem o PSL com vida própria, de diálogo com todos os partidos, sem estar a reboque de governo ou oposição no município, como é insinuado. Eles estão visitando lideranças da comunidade que ainda não tiveram vivência em partidos políticos para identificar uma que possa ser candidato a prefeito para se colocar como alternativa entre o atual governo e a oposição, que foi governo.

* O deputado federal Lucas Redecker é o novo vice-líder do PSDB na Câmara dos Deputados. Ele foi indicado pelo atual líder da legenda, Carlos Sampaio, a quem Redecker agradeceu pela indicação e a confiança. O parlamentar disse estar honrado com a nova missão dentro do Parlamento.

* O presidente da Assembleia, Luís Augusto Lara (PTB) recebeu ontem, do governador em exercício Ranolfo Vieira Jr. (PTB), a proposta da Lei Orçamentária Anual para 2020. O orçamento estima a receita em R$ 61,2 bilhões e a despesa em R$ 66,4, com um déficit projetado de R$ 5,2 bilhões.

* Luciano Hang, ‘O Véio da Havan” como se dirige a ele a esquerda, que teve Eike Batista como modelo de empresário, anuncia a inauguração da Loja Havan em Santa Cruz. Será no dia 21 de setembro, na BR-471, ao lado da Rodoviária, com réplica da estátua da Liberdade, a marca capitalista de Hang. É a 131ª loja da rede que está em 17 estados. O investimento é de R$ 25 milhões.

* Auditoria do Ministério do Meio Ambiente no Instituto Chico Mendes (ICMBio), que cuida da proteção à floresta amazônica e tem quase 1,5 mil servidores nomeados, descobriu que são gastos R$ 39 milhões por ano em combustível e manutenção de 800 veículos, dos quais 377 são sucatas, sem uso. A suspeita é de que o dinheiro público sumia até na proteção à Amazônia.

Do Twitter

* Terra: Governo propõe ‘nova CPMF’ para taxar saques e depósitos.

* Estadão: Secretário adjunto da Receita confirma que nova CPMF terá alíquota de 0,20% a 0,40%.

* Folha S. Paulo: Nova CPMF: para pagamentos no débito e no crédito, alíquota inicial estudada é de 0,2% em cada lado da operação.

* O Globo: Desmatamento cai no Cerrado, mas áreas devastadas e sem uso se expandem.

* Exame: Câmara dos Deputados articula volta de foro especial a políticos.

* Extra: Pente-fino nos benefícios por incapacidade do INSS está atrasado e pode ficar para 2020.

* Danilo Gentilli: Eu tenho um importante alerta para o povo da direita: ou vocês param de exigir coerência e cumprimento de promessas dos políticos que vocês elegeram, ou então o PT volta e o Brasil vira a Venezuela.

* Lasier Martins: Estamos robustecendo uma cruzada, no sentido de combater a desmoralização do Judiciário, particularmente do STF. Estamos arregimentando não apenas as nossas forças, mas as forças de todo o Brasil.

* Augusto Nunes: Haddad deixa claro que entende tanto de Amazônia quanto Lula entende de gramática e ortografia.

* Cristian Deves: Chega a ser ridículo as notícias do Jornal Nacional. O cara fala que por vias democráticas o processo é mais lento e cai o mundo. E quando o Maia quer a volta do Foro Privilegiado, o Palocci delata as falcatruas da mídia e o STF esconde os desvios, não é nem manchete.

* Eduardo Bolsonaro: Deturpam tudo que falamos para posar daquilo que não são. Se tivessem amor pelas liberdades não teriam institucionalizado a corrupção, como Lula fez com mensalão e petrolão, deixando vários humildes morrer em filas de hospitais.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome