IPTU Mais rende prêmio MuniCiência

Prefeito Giovane acompanhou a divulgação e comemorou a conquista. (Foto: Divulgação)

O prefeito Giovane Wickert (PSB) e toda sua equipe de governo comemorou ontem a conquista do Prêmio Nacional MuniCiência da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) para práticas inovadoras de gestão pública.
O Município concorreu com o projeto IPTU Mais, que com boas práticas ambientais, garante descontos de até 50% no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Venâncio Aires foi a única cidade classificada do estado entre as 10 finalistas e, assegurou o primeiro lugar no país, entre as 235 prefeituras inscritas na terceira edição da premiação.
O projeto, como já destaquei aqui várias vezes, é ótimo, é inovador, mas precisa chegar à comunidade de verdade. Instituído em 2018, o IPTU Mais contemplou pouco mais de 100 contribuintes entre os mais de 20 mil que pagam IPTU em 2019 e 2020. É muito pouco. É preciso que mais gente seja beneficiada. Projeto bom é aquele que é bom para muitos. E isso depende também do interesse do contribuinte em se beneficiar.

 

Ou nos cuidamos, ou vai fechar tudo

Essa é a tradução mais direta da preocupação manifestada nos últimos dias pelo prefeito Giovane Wickert (PSB) e autoridades da área da saúde no município. Venâncio Aires teve um pico de casos de coronavírus em maio, provocado pelos casos contraídos em frigoríficos em Lajeado. Com o acompanhamento dos casos, uso de máscara e conscientização das pessoas em evitar festas, aglomerações, se conseguiu fazer recuar os casos. Mas muita gente entendeu que com isso estava tudo ‘liberado’. E começaram a pipocar as notícias de festas familiares, festas de grupos de amigos, aglomeração da ‘gurizada’ nos postos de gasolina, e tudo isso sem máscara. O resultado veio a galope; aumento do número de casos de coronavírus, que colocam em risco a capacidade de atendimento na rede de saúde pública.
Nas indústrias, no comércio, todo mundo vai trabalhar de máscara e exige que os clientes usem, somando-se o cuidado de higienização das mãos com álcool gel. Isso garante prevenção de contágio. O relaxamento acontece quando as pessoas saem do trabalho, tiram a máscara e vão se aglomerar. Claro que se entende que é sufocante estar quatro meses enclausurado em casa, mas essa ‘abertura’ que aconteceu de forma espontânea, nas duas últimas semanas, coloca em risco toda estabilidade que tínhamos conquistado.
Se seguir no ritmo que está, logo vamos ter que fechar tudo de novo para controlar o coronavírus, por culpa de pessoas irresponsáveis. Não adianta todo esforço da prefeitura, do hospital, dos profissionais da saúde, se uma parcela da população não se ajudar.

Área que o Castelhano invade nas enchentes

Procurando uma imagem no arquivo nesta semana, me deparei com uma outra que me chamou atenção e recuperei para publicar como alerta. O arroio Castelhano, neste ano de pouca chuva, só teve enchente pequena agora em julho, quando o Taquari teve enchente histórica. Mas no mapa está a cota de inundação do Castelhano na enchente de junho de 2014, de grandes proporções, com a água chegando até quase a rua Antônio Carlos, esquina da Casa Schwertner, na Osvaldo Aranha.
Republico o mapa da inundação para que as pessoas vejam até onde a água vai – e ninguém pode atacar – para que não se construa casas nas áreas onde é sabido que o Castelhano vai invadir quando houver enchente. Aliás, faz vários governos que insisto na ideia de proibição de construir nesta área ao alcance da enchente. Construir ali é certeza de que vai ter ‘correria’ no dia ou madrugada em que o Castelhano ocupar sua área de inundação, que as pessoas invadiram.

Mapa da cota de inundação do Castelhano na enchente de 2014. (Imagem: Divulgação)

 

FAP com alíquotas maiores

Câmara de Vereadores aprovou reforma do Fundo de Aposentadorias e Pensões aumentando a alíquota de participação dos 1,3 mil servidores de forma progressiva, como propôs emenda do vereador Tiago Quintana (PDT). Vai de 12,5% para quem ganha até R$ 3.140,40, isentando os inativos, até 19% para quem ganha acima de R$ 40.747,20. Tiago é o vereador mais atuante em temas decisivos desta legislatura.
E na segunda vai à votação a proposta do prefeito Giovane Wickert (PSB) de suspender o pagamento da parte patronal de cota extra ao FAP de maio até dezembro. O prefeito, autorizado pela União, quer deixar de recolher o valor para ter uma reserva em caso de não ter caixa para pagar salários em dia. Se não precisar, não usa. Se usar, será restituído ao Fundo em 5 anos, a partir de 2021.

Artus explica

O ex-prefeito Airton Artus (PDT), hoje deputado estadual suplente e Coordenador da Bancada do PDT na Assembleia, me envia manifestação sobre nota da coluna de quinta.
“Na coluna de 30.07.20 comparastes a postura do executivo municipal perante as crises econômicas. Em 2016 (recessão) antecipação do IPTU e em 2020 (pandemia) a prerrogativa de não repassar a parte patronal ao fundo de previdência municipal.
Cabe ressaltar algumas diferenças na atitude. Apresentei um abrangente plano de austeridade que consistia em: I- redução de gastos em todas as secretarias. II- diminuição do ritmo das obras. III- suspensão de qualquer tipo de financiamento. IV- redução da ocupação dos cargos em confiança (CCs) tanto técnicos mas principalmente políticos.
O que se vê hoje é um descontrole total das finanças (que já vem de antes da pandemia) num governo dividido em feudos políticos onde o prefeito não tem o poder de diminuir os gastos e até mesmo demitir”.

A rebelião

O Procurador Geral de República, Augusto Aras, depois de não ter acesso a tudo na Lava Jato, ‘chutou o balde’ desfazendo a ação contra a corrupção, afirmando que MP e Justiça tem super poderes etc, etc. Na hora lideranças do PT se juntaram, para engrossar o coro pelo fim do que chamam de ‘FarsaJato’. Os bolsonaristas se calaram. Rodrigo Maia, a voz do centrão, deixa claro que quer o fim da Lava Jato.
Criou-se um movimento que uniu os extremados e o centro para ‘barrar’ a Lava Jato e inocentar todos os políticos condenados e ou investigados, que desviaram de bilhões dos cofres públicos. Tudo via propina de empreiteiras, modelo que foi ‘turbinado ‘ nos governos Lula e Dilma. Os políticos aprovavam obras superfaturadas e as empreiteiras passam propina por fora. Uma farra.
Só as ruas para salvar a Lava Jato e seguir colocando politico ladrão na cadeia.

Sem Moro

Dias Toffoli, que foi advogado de Lula, e hoje é presidente o STF, quer que juízes e promotores tenham que cumprir quarentena de 8 anos para poder disputar eleição. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo, Maia, saiu correndo em apoio e diz que isso deve ser aprovado logo pelo Congresso. Legalmente só pode valer a partir de aprovação de legislação. Mas, pela ânsia, vale um cafezinho que vão querer fazer valer de forma retroativa, para barrar Sergio Moro de concorrer na eleição presidencial de 2022.
A máfia do poder não brinca em serviço.

Notinhas

* Adversários políticos em Venâncio, PDT e PSB, ambos de centro-esquerda, se acertam em Porto Alegre. Juliana Brizola será candidata a prefeita pelo PDT, com um vice que o PSB vai indicar. É o acerto anunciado.

* Ingleses, americanos, chineses e russos correm pela vacina contra o corona, todos eles com parcerias no Brasil. O governo quer a vacina de ingleses e americanos.

* Após anunciar campanha do Dia dos Pais com Tammy Miranda, ações da Natura cresceram 10%. Objetivo principal alcançado. Marketing.

* Popularidade de Bolsonaro em visita ao Nordeste nesta semana mexeu com a grande imprensa e a esquerda, que ‘espumam’. Ontem em Bagé não foi diferente. Quanto mais o ‘establishment’ (oposição, grande imprensa, intelectuais marxistas e especialistas) bate em Bolsonaro, mais apoio popular ele ganha. Tem algo errado.

* Enquanto a imprensa internacional noticia que os militares do ditador Nicolas Maduro já executaram 23 mil venezuelanos contrários ao regime, Dilma Roussef faz manifestação no youtube se derretendo em elogios ao falecido Hugo Chaves, o antecessor de Maduro, que implantou a ditadura de esquerda na Venezuela.

* Gauchão tem as semifinais Inter x Esportivo e Grêmio x Novo Hamburgo. E os jogos serão domingo no Beira Rio e Arena. Cara de GreNal na decisão do segundo turno. Quem vencer decide o Gauchão com o Caxias. E o Brasileiro já inicia na próxima semana, também com jogos sem público.

Do Twitter

* GauchaZH: Assessor especial de Guedes diz que Bolsonaro deu aval para “nova CPMF”
* Estadão: PIB dos EUA recua 32,9% no 2º trimestre, pior resultado desde a Grande Depressão
* Veja: Governo pedirá R$ 20 bi a bancos estrangeiros para manter auxílio à renda
* Crusoé: Quarentena para juízes se candidatarem, defendida por Toffoli, tem amplo apoio no Congresso
* O Povo: Ciro Gomes diz que vai novamente para a “última eleição”, agora em 2022.
* UOL: ‘Nossa intenção não é lacrar e sim representar!’, diz Thammy sobre Natura
* Lasier Martins: O STF abriu inquérito para investigar ataques ao próprio tribunal. É vítima, acusação e juiz do processo. Também fomos avisados de que o Supremo é o editor do Brasil, para evitar que circulem opiniões “erradas”. Estão exorbitando de suas funções. Isso é a suprema desmoralização.
* Xico Graziano: A direita babona acusa STF por liderar golpe contra Bolsonaro. A esquerda vagabunda acusa Bolsonaro de golpear a democracia. Ambas são narrativas neuróticas. Olavistas e lulistas se merecem.
* Cristian Deves: Saudade das propagandas inteligentes e divertidas de antigamente. Agora é só propaganda para LACRAR e LUCRAR….O que a Natura queria era mídia e conseguiu. Se foi positiva eu nao sei..

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome