Marco do Rotary na Praça Matriz

O Rotary Clube Venâncio Aires, presidido pelo associado emérito João Moacir Laufer Ferreira, tinha projetado para quinta-feira, 25, a inauguração do monumento construído na Praça Thomaz Pereira, a Praça da Matriz, para marcar os 116 anos do Rotary Internacional, presente em 216 países desde 23 de fevereiro de 1905, quando foi criado por Paul Harris, em Chicago, nos Estados Unidos. Em Venâncio o Rotary, fundado em 12 de junho de 1949, tem 73 anos. E exitem mais dois, o Rotary Venâncio Aires Chimarrão e o Rotary Satélite Novas Gerações, que também constam no monumento além de Rotaract, Interact e Rotakids.

Monumento em homenagem ao Rotary e suas ações na comunidade. (Foto: Álvaro Pegoraro)

Com a pandemia e a bandeira preta restringindo reuniões, o ato foi suspenso para ser realizado em outra data. Ao lado do monumento foi instalada uma Gelateca, uma geladeira adaptada para receber livros que ficam ao alcance das pessoas na Praça.
Acompanho o Rotary desde guri, cobrindo atividades do clube de serviços para a Folha e desde então João Moacir integra o grupo de empresários, profissionais liberais e pessoas da comunidade que se reúne semanalmente para companheirismo e para tratar de ações que possam beneficiar a comunidade. A construção dos prédios da Polícia Civil, da Brigada Militar e dos Bombeiros, são alguns exemplos de campanhas que o Rotary desenvolveu em Venâncio, entre outras tantas.

Juventude do PMDB homenageia deputados

Na segunda-feira, 22, a Juventude do PMDB estadual prestou homenagem aos deputados que foram presidentes do movimento jovem do partido. O ato ocorreu na sala do presidente da Assembleia, Gabriel Souza, um dos homenageados. Esta é a primeira vez, em quase 50 anos de militância, que o núcleo passa a contar com três dos seus ex-presidentes no Parlamento gaúcho. Os deputados Edson Brum (1995 a 1999), Gabriel Souza (2005 a 2009) e Beto Fantinel (2014 a 2018), todos presidentes da JPMDB por dois biênios.
Para o atual presidente da JMDB-RS, Ivan Maurina, o reconhecimento vai muito além de um gesto simbólico. “Estamos falando de três líderes de gerações distintas e que sempre se guiaram pelo diálogo. Em tempos difíceis, que banalizam a política numa briga de esquerda contra direita, eles são inspirações ao jovem que compreende o equilíbrio como o melhor caminho”, declarou.

Fantinel, Edvilson, Gabriel, Ivan e Edson na homenagem que ocorreu na sala da Presidência da Assembleia Legislativa. (Foto: Igor Flamel)

“Recebi a distinção com muita honra. Tenho orgulho de fazer parte da história da JMDB-RS e de ter aprendido e construído durante a minha militância no núcleo muito do que carrego até hoje em minha vida pública”, destacou Edson Brum, de Rio Pardo, que é deputado pela região dos Vales, pois mora em Encantado e esteve acompanhado do seu irmão, Edvilson Brum, atual prefeito de Rio Pardo.

Bandeira preta

Governador Eduardo Leite (PSDB) decidiu suspender a cogestão e decretar, com base na sua equipe técnica, cumprimento da bandeira preta na próxima semana. Funcionam só os serviços essenciais; farmácias, postos de combustíveis, supermercados, imprensa e setores de saúde. O objetivo é reduzir a circulação de pessoas para baixar o nível de contaminação de Covid, que lota todos os hospitais no país.
Aqui o prefeito Jarbas da Rosa (PDT) já tinha se adiantado e decretou ‘lockdown’ neste final de semana já. Como médico e prefeito, ele está sentindo que as coisas estão piorando na cidade.

Precoce

A coluna de quinta, onde falei sobre a rede de médicos que defende o tratamento precoce no combate a Covid, gerou debate, pois os medicamentos do ‘kit covid’, que são azitromicina, ivermectina, hidroxicloroquina e outros, usados neste tratamento, são considerados como sem efeito por outros médicos.
O empresário Marcelo Campos, da Metalúrgica Venâncio, me ligou na quinta para relatar que na empresa tem uma equipe médica própria que está atenta aos 1.000 funcionários. Para quem apresenta sintomas a empresa paga o teste rápido e a equipe médica receita a medicação precoce.
“Dos mil funcionários temos 12 confirmados e 18 afastados e nenhum no hospital”, disse Marcelo ontem a tarde, satisfeito com os resultados alcançados, pois os infectados estão tendo boa recuperação.
O debate que existe sobre o tema é o tipo tratamento, uma vez que não existe remédio específico para a Covid.
Usuários da rede pública relatam que quando são atendidos com sintomas, tem recebido receita com anti inflamatório e remédio para dor, tipo nimesulida e tylenol, com a recomendação de que faça o teste e que fique em casa aguardando o resultado. Como alguns exames demoram, quando vem a pessoa já está em estágio avançado de sintomas, quando infectada, com o organismo já comprometido.
O tratamento precoce é com exame rápido e medicação com antibióticos, logo que surgirem sintomas e testado positivo.

Mais empresas

Numa conversa com o prefeito Jarbas nesta semana, ele contou que está avançando nas tratativas com a empresa que pretende se instalar no novo Distrito Industrial de Estância Nova, para produção de adubos a partir de dejetos. Uma caravana com vereadores e moradores de Estância foi na semana que passou a Tupandi com o prefeito, onde funciona uma empresa nessa linha. “Fica perto do centro e não se sente cheiro nenhum’, observou Jarbas.
Mas a notícia instigante é sobre duas novas empresas que estão em tratativas para se instalar em Venâncio. Quando falamos da saída da UTC de Venâncio para Santa Cruz, Jarbas disse que duas empresas maiores que a UTC estão por se instalar em Venâncio. Ficamos todos na torcida para que se concretizem estas tratativas.

Octa vice

E o Inter ‘bateu na trave’ de novo. O São Paulo venceu o Flamengo mas o colorado não venceu o Corinthians no Beira Rio. O Fla ficou com o título e o Inter é vice, pela oitava vez. E foi mais um jogo contestado. O árbitro marcou penal que o VAR desmarcou, teve dois gols em impedimento e um gol que o goleiro Cassio soltou a bola, no rebote deu gol, mas a árbitro marcou falta no goleiro.
Não veio o tetra, mas quem é colorado deve estar orgulhoso de onde o time chegou. No início do campeonato alguém arriscaria apostar que o Inter chegaria em 2º e o Grêmio com todo seu vistoso futebol em 6º?
E o tricolor começa a decidir a Copa do Brasil neste domingo às 16h na Arena. Joga contra o Palmeiras. Pode ser o hexa.

Do Twitter

* Exame: Nos bastidores do Planalto, saída de Guedes é uma questão de tempo Exame:
Exame: Quase 20 capitais estão à beira do colapso na saúde
* GZH: Em fevereiro, três em cada quatro pacientes com covid-19 internados em UTIs morreram no RS
* UOL: Ministério Público Federal diz à Justiça que USP comprovou a eficácia do kit-Covid, mas universidade nega
* Eduardo Leite: Não vou me eximir da minha responsabilidade. Nunca me eximi dela. É por isso que estamos suspendendo a possibilidade de cogestão a partir de sábado (27) até domingo, dia 7 de março. Para que se cumpram os protocolos e regras da bandeira preta.
* Eduardo Leite: Poucos estão fazendo tanto por nós na linha de frente, e estamos pedindo para tantos fazerem um pouco. Vamos parar ao máximo nossas atividades nesse momento para darmos respaldo para quem está fazendo tanto para salvar vidas.
* Cristian Deves: Nesta pandemia tem muitos butias caindo do bolso. Quem tem diagnosticado Covid é para ficar em casa, sem receber visita, sem tomar chimarrao com o vizinho e sem dar uma voltinha nas lojas
* Fabrício Haas: No início dos anos 2000 foi iniciada uma campanha em Venâncio Aires para a construção de uma UTI. Na época muitos, inclusive da área da saúde, eram contrários. Já imaginaram Venâncio sem UTI nessa pandemia?
* Telmo Kist: O Inter fez um grande campeonato. Disputou o título até o último jogo. Coisa pra poucos. Estou orgulhoso, colorado.
* SergioTurra: Pra servir de consolo: Quando fomos vice em 2005 e 2009, fomos campeões da Libertadores nos anos seguintes – 2006 e 2010. Quando fomos roubados, em 2005, levamos também o mundial em 2006 FIFA. Que siga a sina. Vamo INTER!

1 COMENTÁRIO

  1. Sérgio, sobre a coluná de ontem (27/02), no titulo Precoce, onde você relata que alguns médicos estão tratando pacientes com nimesulida, ao invés de receitar o kit covid, será que isto não esta contribuindo para o aumento dos casos de necessidade de internação hospitalar? Se isso estiver acontecendo, não deveriam ser responsabilizados? Tive o relato de um funcionário, cuja família foi contaminada na mesma semana. Ele e os pais foram consultar na UPA, e logo receberam o kit covid. O irmão, na faixa dos 30 anos, foi consultar no dia seguinte não não teve receitado o kit. Ficou mal, e só não foi internado pois não havia vaga. Se recuperou em casa, mas, de sua família, foi o que mais sofreu com a covid. Talvez devessem ser investigados os históricos de atendimentos dos pacientes que atingiram estado avançado da doença, para verificar se não houve falha nos primeiros atendimentos, que talvez poderiam ter evitado internações. Ressalto que minhas colocações não podem ser consideradas conclusivas, pois sou leigo, não sou médico. Abraço!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques