Os riscos que rondam ano eleitoral

2012 é ano eleitoral e com ele vem os pedidos, os riscos e as limitações aos gestores públicos. O prefeito Airton Artus está tomando todas as medidas para que possa tocar o último ano de governo sem percalços por conta da legislação. Algumas medidas são conhecidas. Não podem ser criados novos programas com repasse de recursos públicos. Os programas de repasses já existentes podem receber recursos, mas até o limite do ano anterior. Mas o que mais preocupa Artus é a mudança de penalização na legislação, que até então previa multa ao prefeito que repassasse recursos indevidamente. A partir de agora a pena será a inelegibilidade. E Artus é candidato à reeleição. E por isso ele formou um grupo de trabalho que vai estar atento. O Procurador Jurídico Claus Carvalho, a advogada da procuradoria Mara Huyer, o secretário Especial de governo, vereador Telmo Kist e o secretário da Administração Leandro Pitsch integram este grupo que ainda terá outros nomes. A eles será juntada uma assessoria especializada, que terá o primeiro em contro com o grupo de trabalho nos próximos dias.

Destaques