Remédios amargos para salvar o Hospital da crise financeira

Reunião do grupo formado entre Hospital e Prefeitura para salvar o hospital anunciou na quinta-feira medidas de contenção da situação financeira crítica. Medidas amargas foram tomadas para buscar reequilibrar contas. E não tem outro jeito. A dívida soma R$ 14 milhões, disseram. Demissões, venda do imóvel – antiga Secretaria de Obras na rua Visconde do Rio Branco – que o prefeito Airton Artus doou em parte e vendeu outra parte para o hospital em 2015, e busca de novos financiamentos, são formas de enfrentar a situação.
A informação até agora era de uma dívida de R$ 18 milhões e déficit mensal de R$ 300 mil. Na reunião a Auditora Interna da Prefeitura, Juliano Marcuzzo, revelou que no período 2014-2018 a receita do hospital cresceu em termos reais 4,45% e a despesa 16,20%, uma média anual de crescimento de 1,12% na receita ante 4% na despesa. As dívidas vencidas entre janeiro/junho somam R$ 2,2 milhões, a dívida toda R$ 14 milhões. O déficit mensal de janeiro a julho é de R$ 650 mil e em outubro pode chegar aos R$ 900 mil pela variação negativa de entrada de receitas.
Preocupante. Precisamos todos abraçar esta causa, afinal o hospital é meu, é teu, é nosso. É hora de todos ajudarem e não de procurar culpados, como disse o prefeito Giovane.
Meu lamento é o hospital vender os prédios que seriam a possibilidade de ampliação no futuro, onde o Dr. Oly Schwingel na presidência tinha até projetos prontos.
Cortam-se os dedos para salvar a mão. É da vida.

 

Prêmio Preferência Real – Os melhores de 2019

O Rotary Clube Chimarrão está visitando mais de 100 empresas, profissionais e personalidades públicas apontadas em pesquisa realizada pelo Nupes/Unisc como nomes mais lembrados para entregar o prêmio Preferência Real 2019. O evento é dia 13 de novembro, às 20h30min, no Clube CTA. O Preferência Real é entregue desde 2001 e tem apoio da Associação de Comércio, Indústria e Serviços de Venâncio Aires (Caciva).
Empresas, profissionais liberais e personalidades públicas são premiados com o estaque conferido pela comunidade, através de pesquisa feita com todos os critérios técnicos exigidos. Foram entrevistadas 471 pessoas, no centro, bairros e interior, entre 16 e 25 de setembro.
Nesta semana Adilor Adams esteve aqui para confirmar a Folha para receber o prêmio como Jornal Mais Lembrado de Venâncio, prêmio que recebemos em todas as edições do Preferência Real.
Pessoalmente, repito uma ‘trinca’ de prêmios nas empresas em que faço parte. Além da Folha, a Terra FM, emissora que pertence à Folha desde o ano passado, recebe novamente o prêmio de rádio FM mais lembrada. E a Fisk Centro de Ensino, criada em 2014, também recebe mais uma vez o prêmio. Sensação gostosa de sentir.

 

Além fronteiras

O Programa Municipal ‘Venâncio Empreendedor: simplificar para crescer’, criado no governo do prefeito Giovane Wickert (PSB) com o objetivo de desburocratizar a instalação de novos negócios na Capital do Chimarrão, será case do Seminário ‘Brasil Mais Simples: Menos burocracia, mais desenvolvimento’, organizado pelo Sebrae/SC. O assunto será tema de duas palestras nos dias 7 e 8 de novembro, no Sesc Cacupé, em Florianópolis. O case venâncio-airense será apresentado para prefeitos, secretários e procuradores dos municípios catarinenses pela Fiscal de Posturas do Município e coordenadora do Programa, Daniele Mohr.

 

Notinhas

* Desde ontem, 1º de novembro, o Pronto Atendimento do Hospital atende somente urgências e emergências. O que não for será atendido na UPA, no Bairro Cruzeiro.

* Também por isso demissões no hospital, pois vai ser reduzido o atendimento no Plantão, por consequência a equipe também. O médico Jarbas da Rosa, presidente do PDT que vai ser candidato a prefeito novamente em 2020, contra o prefeito Giovane, reeditando a disputa de 2016, sai do plantão, o que provoca ilações políticas. Mas ele se diz tranquilo, solidário com o hospital.

* Giovane Wickert completa 41 anos hoje. Um jovem na política, que já foi duas vezes vice e uma vez prefeito.

* E a família Bolsonaro cria nova polêmica: o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), ao referir os violentos protestos no Equador e Chile, creditados aos movimentos de esquerda, com apoio de inteligência de cubanos e venezuelanos, disse que se esquerda brasileira radicalizar assim aqui, pode provocar uma nova intervenção militar. Deus nos livre de nova ditadura militar e muito menos uma de esquerda, mas o deputado não disse nenhuma inverdade. Mas deu munição para a oposição da esquerda. Depois pediu desculpas pelo comparativo.

 

Tem Gre-Nal

No meio de semana o Grêmio venceu o Vasco no Rio por 3×1 e o Inter empatou em 1×1 com o Athletico PR. O Inter caiu para 6º com 46 pontos e o Grêmio subiu para 5º com 47 pontos, colados no São Paulo, 4º com 49. Ambos querem vaga no G6 para estar na Libertadores 2020.

E amanhã tem Gre-Nal na Arena, às 18h. E Gre-Nal é Gre-Nal, mesmo que o Grêmio tenha hoje time melhor.

 

Esportivas

* Fora da Liga Nacional, campeã gaúcha, a Assoeva joga ainda a Copa RS, que inicia neste sábado com 16 clubes. E o primeiro adversário no sistema mata-mata é a Assaf em Santa Cruz. Dia 9 é no Poli.

* Romildo Bolzan foi reeleito parra mais três anos a frente do Grêmio. Vai completar quase uma década vitoriosa. Romildo ajeitou o clube, venceu uma Copa do Brasil, uma Libertadores e se comprar a Arena vai para a primeira fila na história tricolor.

* Nesta semana foi divulgado ranking atualizado de clubes e seus associados pagantes. O Inter foi pioneiro e liderou este ranking por muito tempo e serviu de modelo para outros clubes. Hoje o Flamengo, com 145 mil sócios pagantes, é o primeiro deste ranking. O Inter é segundo com 126 mil. Atlético MG tem 110 mil, Grêmio 91 mil, Corinthians 81 mil e mais distante o Bahia com 44 mil sócios pagantes. O quadro social contribuinte é uma base de sustentação financeira dos clubes.

 

Do Twitter

* O Globo: Bolsonaro diz que vai usar US$ 10 bilhões da Arábia Saudita em ferrovias.

* Veja: Eduardo Bolsonaro pede desculpas por declaração sobre volta do AI-5.

* Folha S. Paulo: Após críticas do pai, Eduardo diz que ‘não existe qualquer possibilidade de retorno do AI-5’.

* UOL: Partidos de esquerda vão a Conselho de Ética para cassar Eduardo Bolsonaro.

* Pompeo de Matos: Deputado Eduardo Bolsonaro faz o papel de “ventríloquo” com ameaça de um novo AI-50. Não passa de ação “diversionista” para tirar o foco das investigações no Rio. “Só que o tiro vai sair pela culatra”. Vai ficar falando sozinho com estes arroubos de ditadorzinho.

* Cristian Deves: Preocupado com o AI 5? Eu estou preocupado com o STF liberando todos corruptos da cadeia e com os conchavos dos politiqueiros para que este País não de certo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques