Secretários deixam cargos na quinta

O prazo para que secretários municipais deixem seus cargos para poder concorrer na eleição de outubro é dia 7 de abril. Como é no sábado, e na sexta, dia 6 é feriado, os secretários que vão concorrer deixam seus cargos nesta quinta-feira, dia 5. Como o expediente em Venâncio será especial na quinta, abrindo as portas até as 11h30min, todos os secretários que vão ser candidatos despedem-se dos cargos pela manhã.

No PDT pelo menos três são certos. O vereador Telmo Kist, que deixa a secretaria Geral de Governo; Cleiva Heck, secretária da Cultura, Esportes e Turismo, e Ana Cláudia Teixeira do Amaral, secretária da Habitação e Desenvolvimento Social. Telmo, que também é presidente do PDT, revelou no final de semana que Leandro Pitsch, secretário da Administração e Fernando Heissler, secretário da Agricultura, ainda podem integrar esta lista. Já definidos que não concorrem estão Vilmar de Oliveira, secretário da Fazenda e Hélio Lawal, do Desenvolvimento Econômico.

No PT três nomes também parecem certos. José Cândido Faleito Neto, secretário da Infraestrutura e Serviços Públicos; Rosange Lehmen de Moraes, secretária de Educação e Vilson Gauer, secretário de Saúde. Lúcio Konzen, que assumiu a secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão em lugar do vice-prefeito Giovane Wickert, também é nome esperado como candidato.

Cesar Ernsen, secretário do Meio Ambiente, é do PRB e também anunciou ontem quenão vai ser candidato.

Assim, existem seis secretários definidos para concorrer a vereador e outros três por definir até quinta. A preocupação do prefeito Airton Artus e do vice, Giovane Wickert, que concorrem à reeleição, é fazer uma bancada forte no Legislativo. Na atual composição, de dez vereadores, o PDT tem dois, o PT e os demais partidos da coligação governista não elegeram nenhum. Na próxima legislatura Venâncio terá 15 vereadores.

 

Aproveitamento interno

Para preencher os cargos dos secretários que se desligam dos cargos para poder concorrer, o prefeito Airton Artus já adiantou que na maioria dos casos quem vai assumir as secretarias são pessoas que já atuam nas pastas como secretários adjuntos ou outro cargo.

A decisão acertada tem como objetivo valorizar quem já trabalha nas secretarias e dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido.

Destaques