Vem aí o ‘palanque’ da CPI Covid

Lideranças de oposição encaminharam dezenas de pedidos de impeachment para derrubar o presidente Bolsonaro e pedidos de CPI’s para investigar o governo, dentro da estratégia de fustigar de forma permanente o governo, travando o país. Também defendo que é papel da oposição fiscalizar o governo, em todas as instâncias. Mas o que assistimos em Brasília é uma oposição que atua somente para desestabilizar o governo, com interesses políticos/eleitorais declarados.
Lideranças políticas, das mais variadas frentes, e da sociedade civil, defendem que não é hora de impeachment, porque não existem elementos para isso. Daí vem o Supremo Tribunal Federal (STF), através de um ministro de nomeação petista, Luís Barroso, e determina que o Senado abra CPI para investigar a atuação do governo federal, só o governo federal, na condução da pandemia. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), aceitou também pedido do senador Eduardo Girão (Podemos-CE) para que a CPI estenda a investigação para os recursos repassados para estados e municípios, pois é sabido que em estados como Amazonas e Rio de Janeiro, ‘sumiu’ dinheiro encaminhado pela União para combater a Covid. Assim é para todos.
Vamos ter um ‘circo’ montado em Brasília, que vai travar o país ainda mais, dispendendo forças para um debate que sabidamente é de fundo político. A turma do quanto pior, melhor.

Notinhas

* Por falar em interesse político, aqui os vereadores da Comissão de Educação, Indústria, Comércio e Turismo na Câmara de Vereadores, integrada pelos vereadores de oposição André Kauffmann (PTB) e Elígio Weschenfelder (PSB), mais Alexandre Fernandes (PSD) suplente que ocupa cadeira da bancada governista, encaminharam ao prefeito Jarbas da Rosa (PDT) um pedido de providências para que ele priorize a vacinação de professores. Todos queremos isso. Jarbas esteve na Câmara na segunda, para falar dos seus 100 dias de governo, e respondeu o pedido na tribuna. Disse que também quer que os professores sejam vacinados e que encaminhará o pedido para o Ministério da Saúde, que é quem decide o cromograma de vacinação em todo país. Jarbas não escondeu a sua estranheza com a indicação e pela reação considerou o pedido politicagem.

* O presidente Bolsonaro teve conversa telefônica gravada, e divulgada, pelo senador Jorge Cajuru (Cidadania-GO). Numa conversa sobre a CPI da Covid, Bolsonaro pediu que fossem incluídos – como foram – estados e municípios. Disse a Cajuru que se ficasse só no governo federal, como o STF determinou, seria perseguição e acabaria saindo na ‘porrada’ com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), autor do pedido de CPI, a quem o presidente chamou de ‘bosta’. E já foi criado um novo ‘escândalo’ pelo establishment. Quem conhece Bolsonaro sabe que ele sempre foi assim, ‘aloprado’, o que para o cargo de presidência da República também considero inadmissível. Mas ainda prefiro um autêntico do que os dissimulados, como Lula, que na TV parecia um ‘lorde inglês’, quando sabemos que ele na realidade é outro, ou de Dilma, extremamente grosseira, mas que posava da ‘lady’.

* E senadores querem fazer andar os dez pedidos de impeachment contra Ministros do STF. Seis são contra Alexandre Moraes, que mandou prender um deputado e um jornalista, outros contra Edson Fachin, Luís Barroso, Gilmar Mendes e Carmem Lúcia. Um ‘circo’. E nós pagamos todos eles com polpudos salários.

* Na eleição do Equador venceu Guillermo Lasso, de centro direita, derrotando Araus Cruz, ‘poste’ bolivariano que representava a esquerda do ex-presidente Rafael Corrêa, condenado por corrupção, como a maioria dos ex-presidente de esquerda na América Latina.

* A vacina chinesa Coronavac, a mais cara de todas, é vendida em ampolas com dez doses. Só que na prática está dando entre sete e oito doses. Não me surpreende.

Do Twitter

* UOL: Bolsonaro diz que Brasil ‘está no limite’ e fala em ‘barril de pólvora’
* GZH: Juíza nega pedido do governo do RS e mantém suspensas aulas presenciais no Estado
* O Globo: Partidos de oposição planejam ‘superpedido’ de impeachment contra Bolsonaro
* CNN: Pacheco decide CPI única para governo, estados e municípios
* Estadão: Intenção é desviar foco, afirmam governadores sobre ampliação de CPI
* ACMacedo: Bolsonaro faria um baita benefício para Bolsonaro se terminasse com a “igrejinha” de apoiadores na saída do Alvorada. Essa claque, que nem de longe representa a maioria do povo, enche o ego do presidente e faz ele dizer coisas que só geram polêmica e atrapalham o governo
* Sebastião Melo: Lamentavelmente o judiciário, mais uma vez, interfere em decisão do poder executivo. A retomada das aulas é uma necessidade. Os alunos estão em casa, sem aula, há mais de um ano. Não dá mais. A judicialização dos atos políticos e administrativos é um dos grandes males do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques