Vinícius fala sobre o IBSaúde

Vinícius Medeiros, vice e jurídico do IBSaúde, esteve ontem a tarde aqui na Folha para falar sobre o episódio da ação da Policia Federal que esteve em seu escritório e residência na manhã de quarta-feira cumprindo mandado de busca e apreensão. Disse que a investigação da Controladoria Geral de União é na Prefeitura de São Leopoldo por discordar de formas de prestação de contas estabelecida no contrato com o IBSaúde que administra a UPA daquela cidade. “Não fizemos nada de errado, cumprimos com o compromisso assumido em contrato e barateamos o custo da saúde pública naquela UPA”, justificou, como está detalhado em entrevista nesta edição. Vinícius disse que antes do IBSaúde assumir a gestão, a UPA custava R$ 1,4 milhão por mês e atendia três mil pessoas. Sob gestão do IBSaúde o custo baixou para R$ 950 mil por mês atendendo nove mil pessoas, informações confirmadas pela Prefeitura de São Leopoldo.

 

UTI Neonatal com Arita

Nesta semana a primeira-dama Cristiane Wickert, presidente da Associação Pró-UTI Neonatal liderou uma comitiva do Projeto Envolva-se, que busca a implantação da Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal junto ao hospital São Sebastião Mártir, que visitou a secretária estadual da Saúde Arita Bergmann para apresentar o projeto e buscar apoio. Na comitiva também o secretário da Saúde, Ramon Schwengber, o presidente do hospital, Luciano Spies e outras lideranças. A receptividade da secretária estadual com o projeto deixou ainda mais esperançosos os membros da comitiva que trabalham na campanha pela construção da UTI Neonatal.

A comitiva esteve também na Assembleia com os deputados Kelly Moraes (PTB) e Elton Weber (PSB) buscando apoio. O próximo passo da Associação é levar o projeto ao Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandeta, agenda que está sendo tratada pelo deputado federal Bibo Nunes (PSL).

O ex-prefeito Airton Artus, coordenador da bancada do PDT na Assembleia, membro do Conselho Fiscal do hospital, não integrava a comitiva mas acabou participando do encontro com Arita. O prefeito Giovane Wickert (PSB) não gostou nem um pouco de Airton ter colocado obstáculos ao projeto, argumentando as dificuldades financeiras pelas quais passa o hospital, que vive crise financeira com dívidas na casa dos R$ 18 milhões. “Se não ajuda, não atrapalha. A UTI é um projeto para salvar vidas e precisa do apoio de todos”, defende Giovane, chateado com a atitude do ex-prefeito.

 

Notinhas

* Prefeito Giovane Weickert (PSB) foi nomeado pela Amvarp como representante da entidade na Câmara Setorial do Tabaco. O prefeito segue também como tesoureiro da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco), presidida pelo prefeito de Santa Cruz, Telmo Kirst. Wickert que já tinha participação ativa nos debates sobre o tabaco, principal produto da economia regional, ganha mais força no setor.

* No governo anterior, o prefeito Airton Artus (PDT) também foi representante da Amvarp e depois foi presidente da Câmara Setorial do Tabaco em 2015/2017.

* Por falar em Airton, ele liga para repetir que não é candidato a prefeito e que o nome do PDT para concorrer à Prefeitura em 2020 é Jarbas da Rosa. Artus disse ter reafirmado isso pessoalmente para Jarbas no final de semana.

 

Do Twitter

* Exame: Bolsonaro diz que continua e que crise no PSL é “briga de marido e mulher”.

* Band: Jair Bolsonaro minimiza crise, mas busca saída jurídica para deixar o PSL.

* Estadão: Bolsonaro proibiu equipe econômica de falar sobre mudança na estabilidade dos servidores, recriar CPMF e não dar reajustes ao salário mínimo.

* Gaucha ZH: Assim como a indústria, varejo do RS teve o pior resultado do país em agosto.

* Folha S. Paulo: Guedes diz que Brasil sai da clínica de reabilitação enquanto mundo desacelera.

* UOL: ‘Xingar nas redes sociais é exercício de pobres de espírito’, diz Paola Carosella.

* Veja: Trump descumpre acordo com Bolsonaro e retira apoio ao Brasil na OCDE.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome