Visita na Festa da Uva pela Fenachim

No fim de semana visitei a Festa da Uva, em Caxias do Sul, na companhia de Alexandre Bock, vice-presidente da Associação Fenachim, presidida por Elmar Becker, o Tomate e Coordenador da Gastronomia da 16ª Festa do Chimarrão, presidida por Vilmar Oliveira. O compadre Bock é bom na cozinha, seja campeira, de festa ou refinada, e foi ver o que a Festa da Uva oferece em restaurantes, praça de alimentação e outras oportunidades que possa ter a nossa festa, em maio.
Bock me revelou que a venda dos espaços para restaurantes, bares e food trucks da Fenachim está bem encaminhada. Mas relatou que teve dificuldade na venda com quem esteve na 15ª Fenachim, em 2019, que se queixa de prejuízo, pelo fato da festa ter aberto o pavilhão da galinhada, que foi um sucesso, mas tirou o público de quem comprou espaços para servir comida no Parque. Bock trabalha para diversificar as opções de alimentação e busca trazer inovações. A expectativa é boa.
Alexandre Bock vê a Festa da Uva como a retomada das feiras no país, o que vai trazer todas as demais feiras a reboque neste fim de pandemia.

Alexandre visitou estandes na Festa da Uva coletando informações e ideias. (Foto: Sergio Klafke)

Cantinho de Venâncio

Pedro Schwengber, da Escola do Chimarrão, fez parceria com a Venax. (Foto: Sergio Klafke)

Na Festa da Uva, que vai até este domingo, a presença marcante da Escola do Chimarrão, que citei em rede social como ‘um cantinho de Venâncio na Festa da Uva’. Pedro Schwengber e Rejane Rüdiger Pastore e equipe divulgam o chimarrão, contratados pela organização da festa. No estande, que tem o ônibus como âncora, tem também a divulgação dos produtos Venax, com exposição de fogões, adegas para vinho e cervejeiras. ‘É uma parceira com meu amigo Walter Bergamaschi’, disse Pedro, amigo pessoal do diretor da empresa, cuja marca é reconhecida nacionalmente.

Edson Brum nos EUA por oportunidades para o RS

O deputado estadual Edson Brum (MDB), secretário estadual de Desenvolvimento Econômico no melhor momento que vive o governo do Estado em anos, foi para os Estados Unidos no Carnaval para prospectar investimentos, buscar oportunidades de exportação de produtos gaúchos e atrair indústrias americanas para o RS.
Em Washington teve encontro com o Ministro-Conselheiro para Assuntos Econômicos da embaixada brasileira, Rodrigo de Oliveira Godinho, onde apresentou oportunidades no estado e conheceu os interesses das indústrias americanas.
Brum também esteve na sede do Instituto Iberoamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) onde participou de encontro com representantes da Associação Nacional das Secretarias Estaduais de Agricultura (NASDA, na sigla em inglês). Na pauta da reunião, realizada na quarta, 1º, a busca por informações sobre tecnologias para a agricultura e oportunidades para indústrias brasileiras nos estados americanos. “Tanto a NASDA quanto o IICA demonstram interesse em estreitar relações com estados brasileiros e, nesse contexto, o Rio Grande do Sul, que é importante produtor agrícola, tem ótimas condições de atender ao mercado americano”, disse Brum.

Brum com lideranças americanas do setor agrícola em Washington na quarta. (Foto: Divulgação)

Plano do Governo de Beto Albuquerque

O ex-deputado Beto Albuquerque, pré-candidato do PSB ao Piratini, reuniu lideranças do partido na Assembleia na quinta, 3, para lançamento do seu Plano de Governo interativo, onde as pessoas podem opinar e sugerir, via QR Code. O Plano tem cinco eixos principais: Educação integrada às cultuas, às novas tecnologias e ao mundo do trabalho; Cuidado com a saúde de todos; Pacto pelo desenvolvimento econômico com prosperidade e emprego; Qualidade de vida com igualdade e segurança; e Gestão moderna, participativa, desburocratizada e com metas.

Ex-prefeito Giovane Wickert e vereador Sandra Wagner participaram do evento do PSB na Assembleia. (Foto: Divulgação)

Horto pela ERS- 244

Ontem a tarde Wickert anunciou que a área do Horto teve seu destino publicado no diário oficial do Estado para ser permutado na obra da ERS 244 com a construtora Pelotense. “Um grande e importante passo para o avanço das negociações de retomada desta obra”, disse.

Marcelo Moraes indeciso sobre janela

Com a abertura da janela partidária, onde deputados podem mudar de partido sem perder mandato, consultei o deputado federal Marcelo Moraes (PTB), que é de Santa Cruz, mas é deputado por Venâncio e região. Aqui foi o segundo mais votado em 2018.
Marcelo me disse que ainda está avaliando. “Existe uma insegurança jurídica em torno do PTB em função dessa disputa judicial pela presidência, mas ao mesmo tempo é muito ruim sair do partido que nós ajudamos a criar”, me disse ele de Brasília.
O deputado estadual Luciano Zucco, o Tenente-Coronel Zucco, mais votado em 2018, com 166 mil votos, pelo PSL, já trocou de partido. Se filiou ao PL de Bolsonaro.

Deputado Lara cassado pelo TSE

O TSE, por decisão do Ministro Edson Fachin, confirmou a cassação do deputado estadual Luís Augusto Lara (PTB) de Bagé, determinada pelo TRE em 2019.. Lara recorreu ao STF e Fachin, além de confirmar a cassação, ainda determinou a anulação dos seus votos, o que muda a composição das bancadas na Assembleia. O PTB perde a cadeira de Lara que vai para o PSOL, onde quem assume é o suplente Pedro Ruas, vereador em Porto Alegre.
Lara, deputado estadual de sexto mandato, que foi presidente da Assembleia e secretário estadual de Turismo de Sartori, foi cassado pelo TRE em 2019, junto com seu irmão, Divaldo Lara, prefeito em Bagé, por abuso de poder politico e econômico na campanha de 2018. Traduzindo, uso da Prefeitura de Bagé por Divaldo para a campanha de reeleição Luís Augusto.

Nova pesquisa

Saiu na quarta nova pesquisa do Poder Data, Instituto do site Poder 360. Lula tem 40% das intenções de voto contra 32% de Bolsonaro. A diferença que era de 9 pontos dia 16 de fevereiro, caiu para 8 pontos. Ciro Gomes (PDT), com 7%, passa a frente de Sergio Moro (Podemos), com 6%. Eduardo Leite como nome do PSDB aparece depois com 3%. Doria faria 2%. Em segundo turno Lula venceria com 51% contra 37% de Bolsonaro.

Lâmpadas led

É muito bom transitar pelas ruas que já tem iluminação led, que deixam a cidade com luz branca e muito mais luminosidade do que antes. Dia desses me ocorreu uma indagação: Se as lâmpadas led consomem até 75% menos de energia do que as lâmpadas de sódio que temos, a taxa de iluminação pública vai diminuir? Ontem vi que este questionamento também já está nas redes sociais.
Perguntei ao secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (SISP), vereador Sid Ferreira (PDT). E ele me informa que vai reduzir sim a taxa de iluminação pública e explica que RGE está fazendo levantamento de pontos, acompanhando a instalação das lâmpadas led, que serão 11 mil em todo município. Com esse levantamento, que apontará a redução de consumo de energia, será reduzida a taxa de iluminação, garante Sid.
Vamos ter uma iluminação muito melhor e a Prefeitura e os contribuintes vão pagar bem menos por isso. Essa é uma boa ação pública, beneficia a todos.

Canetaço do STF

O decano advogado Rene Schwengber, que foi vereador nos anos 80 e por quem tenho admiração desde guri, me dizia, faz mais de 10 anos: “Sérgio, guarde bem esse nome, Ricardo Lewandoswki (nomeado por Lula para o STF em 206). É o homem do Lula no STF para limpar a sujeira.” Pois Lewandowski e seus companheiros no STF, nomeados por Lula e Dilma, anularam todas as condenações do ex-presidente por desvio de dinheiro dos cofres públicos em obras superfaturadas nos governos do PT, julgadas e condenadas em três instâncias da Justiça Federal. Nesta semana Lewandoswski completou o serviço e suspendeu a última ação contra Lula e seu filho Lulinha, acusados de receber propina na compra de caças suecos no governo Dilma.
O STF anulou as condenações, limpou a ficha de Lula em canetaços, mas o ex-presidente seguirá sendo chamado de ladrão por onde andar nas ruas do país, pois foi o chefe dos governos onde uma quadrilha se instalou no Planalto e assaltou os cofres públicos desviando dinheiro do povo. Isso não pode ficar impune, como fez o STF, um tribunal político.

Do Twitter

* Estadão: Presidente do MDB anuncia desistência de federação com PSDB e União Brasil.
* Gazeta do Povo: PIB cresce 4,6% em 2021, a maior expansão desde 2010
* O Globo: Bolsonaro usa risco de falta de fertilizantes com guerra na Ucrânia para defender exploração de potássio em terras indígenas
* Extra: China pediu que Rússia adiasse invasão da Ucrânia para depois de Olimpíada em Pequim, diz o New York Times
* Crusoé: ‘Equilíbrio é a posição mais sensata’, diz Jair Bolsonaro sobre guerra.
* Folha S. Paulo: Livre de processos, Lula voltará aos tribunais para acusar desafetos; primeiro julgamento é de Dallagnol
* UOL: Jornal britânico critica Brasil por Carnaval enquanto mundo lida com guerra

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques