César Carvalhovai 'pilotar o fogão' em Linha Bem Feita (Foto: Beatriz Colombelli/Folha do Mate)

Nesta sexta-feira, à noite, o concurso culinário que vai escolher o ‘melhor cozinheiro’ do CTG Chaleira Preta tem continuidade, na sede da entidade. ‘Pilotando’ o fogão, em Linha Bem Feita, estará o associado César Carvalho. No cardápio, carreteiro de linguiça, maionese e saladas diversas, será o prato que está concorrendo entre os 15 participantes. Esta será a quinta noite de ‘boia bagual’, que se encerra no mês de dezembro, com a participação de todos os concorrentes e a divulgação do grande vencedor. O valor, conforme pré-definido em regulamento, não ultrapassa a R$ 15.

Cozinheiro da noite
A trajetória de César Carvalho, na entidade, começou ainda Piá. Ele que nasceu em 23 de novembro de 1980, hoje com 38 anos, concorrente ao ‘Chefe Bagual – o melhor cozinheiro do Chaleira’, tem sua história que se confunde com a da entidade. Ele conta que faz parte da entidade mesmo antes dela existir de fato e de direito. “Foi por volta de 1987/88, quando tudo começou nas terras dos meus pais”.

Amor e orgulho
César destaca que participar do CTG Chaleira Preta é um orgulho. Ele que é sócio-fundador da entidade, afirma que ama laçar, andar a cavalo, camperear, dançar e andar pilchado, tomar um bom chimarrão, estar entre amigos e família. “É muito importante ser um sócio-fundador, pois tudo começou com a minha família e amigos. Nesta trajetória tive muitos conhecimentos. Amo ser um tradicionalista de verdade”.

Quanto à participação no concurso, César ressalta que é um momento muito bom, embora tenha entrado por meio de uma brincadeira, considera que é uma maneira de movimentar o galpão e trazer pessoas de fora para conhecer o tradicionalismo. Além disso, o cozinheiro enfatiza que o jantar desta sexta-feira será também para mostrar aos amigos que se garante na cozinha. “Vou fazer uma boia de lamber os beiços, de engraxar o bigode”, destaca.

Com muita naturalidade, o participante acrescenta que não se sente um vencedor e nem perdedor. “Participar do Bagual Chefe é uma maneira de ser um apoio, estar no meio de todos e colaborar com a minha entidade”. César acredita que a ideia do concurso foi “muito boa, muito boa mesmo”, elogia.
César Carvalho conta que não encontra palavras para dizer o que significa para ele participar do tradicionalismo. “Participo também do GDT [Grupo de Danças Tradicionais Terra do Chimarrão], mas visto a camisa do CTG com muito orgulho. Amo tudo, pois estar com a minha família, que é a base de tudo, não tem preço”, destaca.

AGENDE-SE
O jantar, aberto ao público, poderá ser agendado através do telefone 99613-028, até esta quinta-feira, 13 de junho. O início está previsto para as 21h, no galpão da entidade, em Linha Bem Feita.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome