Notinhas

-

* Na quarta-feira, em ação do Ministério Público, foi preso o vereador Paulo Lersch (PT) de Santa Cruz, acusado de exigir repasse de parte do salário de assessores na Câmara de Vereadores. Só uma assessora teria repassado R$ 50 mil no período de um ano. A suspeita é do envolvimento de mais vereadores. Aqui lembro que a vereadora Ana Claudia (PDT) chegou a insinuar que o vereador Eduardo Kappel (PP) fazia a mesma coisa. Mas não deu em nada.

* Nilson Lehmen, advogado, secretário municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo, criou a Lexium Gestão & Tax Law. “Criei a empresa para fornecer soluções tecnológicas tributárias para municípios baseada na expertise que adquiri quando criei a Tributarium e na especialização em Direito Tributário na PUCRS”, me informa Nilson.

* Sobre o episódio da modelo que foi se encontrar com Neymar em Paris e que virou assunto internacional. Ela disse que foi pra fazer sexo. Deixou celular gravando. Saiu de lá denunciando que foi agredida, exigindo um ‘acordo’ financeiro. Como os advogados de Neymar não fizeram ‘acordo’, ela mudou a versão e disse que foi estuprada. Não se sabe tudo o que aconteceu em Paris, mas tá muito na cara. Pra completar, Neymar torceu o tornozelo no amistoso contra o Catar na quarta e está fora da Copa América. Que fase… como diz o narrador Milton Leite na Sport TV.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes