Após mobilizações da comunidade, Beira Rio cancela instalação de ateliê terceirizado em Passo do Sobrado

-

A Calçados Beira Rio decidiu cancelar a instalação de um ateliê terceirizado para realizar a montagem e finalização de sapatos em Passo do Sobrado. A decisão foi comunicada ao prefeito Edgar Thiesen, na manhã desta quarta-feira, 8, pelo gerente industrial da planta da filial 6, com sede em Mato Leitão, Marco Antônio Caneppele, e divulgada pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura no fim da tarde de hoje.

O projeto estava em andamento há cerca de três semanas e previa a cedência do Ginásio Municipal Ernani Weber para a instalação do RS Atelier de Calçados. O assunto ganhou repercussão nas redes sociais, após esportistas contrários à disponibilização do espaço para essa finalidade se manifestarem.

O projeto de lei que autorizava a cedência do ginásio por parte do Executivo Municipal foi aprovado durante sessão extraordinária realizada no último dia 1º. A matéria recebeu cinco votos favoráveis, dois contrários e uma abstenção. Contudo, após esse resultado, esportistas e outras pessoas da comunidade se mobilizaram e participaram da sessão ordinária da Câmara de Vereadores na segunda-feira, 6. Além disso, 17 das 18 equipes que participam do Campeonato Municipal de Futebol Sete decidiram suspender a rodada da competição prevista para ser realizada no último sábado, 4.

Decisão

Em contato telefônico com o prefeito, o gerente industrial da unidade da Beira Rio em Mato Leitão informou que a decisão foi tomada após as repercussões negativas na comunidade a respeito da instalação da empresa em Passo do Sobrado. “A Beira Rio não pode colocar trabalho onde a comunidade está dividida ou não é bem-aceita, infelizmente”, destacou Caneppele.

Ele ainda ressaltou que o empreendimento iniciaria com 40 funcionários e em setembro chegaria a ter entre 70 e 80 postos de trabalho. Para o ano que vem, a previsão era gerar de 130 a 150 vagas. “A gente fica chateado com isso, mas a Calçados Beira Rio não pode compartilhar com essa divisão dentro da comunidade,” lamentou.

Em entrevista à Folha do Mate, o gerente industrial informou que a Beira Rio procurará outro município para instalar o ateliê terceirizado, pois precisa dar continuidade ao plano de expansão da filial da Cidade das Orquídeas.

“Não vamos desistir”, diz prefeito

Segundo o prefeito Edgar Thiesen, a informação o pegou de surpresa, pois todo o projeto estava pronto e se encaminhava para os últimos passos. “Lamentamos a situação. Mas não vamos desistir, ainda queremos tentar um novo contato com a Beira Rio e buscar alternativas. Acreditamos que a maior parte da comunidade apoia a ideia, contudo, primeiro vamos comunicar a população e explicar toda a situação”, salientou. O chefe do Executivo também fez um comunicado oficial sobre o assunto na página do Facebook e no site da Prefeitura, no começo da noite de ontem.

Na tarde de hoje, membros da Administração Municipal e os vereadores favoráveis à instalação da empresa em Passo do Sobrado se reuniram para analisar a situação. Eles entendem que cumpriram o seu papel ao aprovarem o projeto para a cedência do ginásio municipal para a instalação do ateliê, mas lamentaram a decisão da Calçados Beira Rio. Durante o encontro, também se reforçou que não haveria outro local pronto para que o terceirizado pudesse iniciar as operações em Passo do Sobrado, que estavam previstas para o dia 14 julho.

*Com a colaboração de Leonardo Pereira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes