O administrador de empresas, Salvador, 58 anos, sempre 'dominou' o fogão de casa, mas durante o MasterChef precisou conter o nervosismo.
Salvador conquistou o troféu do décimo episódio (Foto: Carlos Reinis/Band)

O administrador de empresas, Salvador, 58 anos, sempre ‘dominou’ o fogão de casa. No entanto, na noite de terça-feira, 15, quando foi ao ar o décimo episódio do MasterChef Brasil 2020, precisou lidar também com a pressão dos jurados e as câmeras para se sair bem nas provas da noite.

Para o décimo episódio, os cozinheiros amadores precisaram preparar na primeira prova pratos preferidos dos famosos: Luíza Souza, Nando Reis, Catia Fonseca e David Luiz. No entanto, foi a cheesecake de Rosana que conquistou o paladar dos chefs na primeira prova.

Na segunda prova da noite, o chef Henrique Fogaça ensinou um passo a passo de peixe na crosta de sal. Os competidores precisaram repetir o prato com molho e um acompanhamento.

Foi o clássico de Salvador que conquistou o paladar dos jurados do programa. Ele preparou um peixe na crosta de sal, arroz com amêndoas e molho de limão siciliano. Emocionado ao conquistar o troféu, falou dos percursos até chegar ao programa e que, inclusive, pensou em desistir de sua participação, mas acabou voltando atrás por incentivo da família.

O administrador de empresas que perdeu o emprego durante a pandemia, fará a doação do prêmio de R$ 5 mil para alguma instituição de caridade, seguindo o exemplo do talent show. “Não entrei no programa pelo dinheiro. É claro que ele seria importante porque não estou trabalhando e não tenho uma reserva financeira, mas tem gente que está passando por uma situação ainda mais delicada do que a minha e é preciso ajudar quem precisa”, pontua.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome