Óleos essenciais contribuem com o bem-estar físico e emocional. (Foto: Divulgação)

O clima de incerteza em decorrência da pandemia do coronavírus faz com que os sentimentos fiquem à flor da pele. A mudança de rotina, as medidas de distanciamento social e a crise econômica têm deixado muitas pessoas desestabilizadas diante da situação.

Para amenizar as tensões, o medo, a angústia e trazer mais leveza, autoconfiança e energia para enfrentar este momento difícil, a aromaterapia pode ser uma aliada. O tratamento natural através do uso de óleos essenciais tem efeito positivo sobre organismo, contribuindo para o equilíbrio, a harmonia e o bem-estar.

De acordo com o professor do curso de Estética e Cosmetologia da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Fábio Pimentel, aromaterapia é uma ciência que possui duas funções: a proteção (que combate fungos, bactérias e parasitas) e a atração (atrai boas vibrações, energias e tem ação sobre a sexualidade).

Na aromaterapia são utilizados vários óleos essenciais, que agem no organismo, de acordo com a necessidade e os componentes químicos de cada essência. Hortelã, eucalipto, limão, lavanda e alecrim, são alguns dos óleos essenciais, sendo que o óleo de lavanda é o mais estudado. “A lavanda tem ação analgésica. O óleo tem um efeito sedativo e relaxante, que pode trazer bem-estar”, comenta Pimentel. O professor também afirma que o óleo de lavanda é o único que pode ser aplicado diretamente na pele.

Os óleos essenciais agem no organismo por meio do perfume (aroma), que atinge o sistema nervoso ou pelo contato físico, podendo ser diluído em creme ou água, para ser usado na massagem ou durante o banho, por exemplo. “As duas ações podem ocorrer ao mesmo tempo no organismo. Quando chegar em casa cansado, coloque os pés em uma bacia de água morna com umas quatro gotas do óleo de eucalipto. Você irá inalar o óleo essencial, por meio do perfume, e também vai receber os benefícios através do contato da essência com a pele”, explica.

O professor indica que é importante procurar orientação de um terapeuta habilitado para dosar a quantidade das aplicações e evitar irritações no corpo. Ele também afirma que, quanto mais cedo as pessoas tiverem contato com os óleos essenciais, melhor será o resultado. “A aromaterapia traz vários benefícios para a saúde física e mental, evitando o surgimento de doenças”, destaca.

Cinco óleos essenciais e indicações

1 Alecrim: tem ação revigorante, traz ânimo e energia. O óleo essencial de alecrim é indicado para quem tem muito sono.

2 Hortelã: age no sistema respiratório e tem efeito importante sobre o cérebro, reduzindo o medo e os pensamentos negativos.

3 Lavanda: tem efeito calmante e relaxante. É indicado para as pessoas que possuem insônia (despeje uma gota de óleo essencial de lavanda na mão, em formato de concha, após inalar o perfume, espalhe a essência nas mãos).

4 Eucalipto: age no sistema respiratório e no sistema nervoso. Possui ação fortalecedora e antifúngica.

5 Laranja: o óleo de laranja desperta a alegria e o riso. É indicado para combater o estresse, causado nos dias de quarentena.



“Os óleos essenciais utilizados na aromaterapia reforçam o organismo, aumentam a imunidade e previnem o surgimento de doenças futuras.”

FÁBIO PIMENTEL

Professor do curso de Estética e Cosmetologia da Unisc


Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome