Voos regulares entre Toronto e São Paulo estão previstos apenas para agosto. (Foto: Ana Flávia Hantt/Divulgação)
Voos regulares entre Toronto e São Paulo estão previstos apenas para agosto. (Foto: Ana Flávia Hantt/Divulgação)

PÉ NA ESTRADA

Por Ana Flávia Hantt*

Quando se fala sobre o fechamento de fronteiras, não é apenas o turismo que está sendo impactado. Muitos brasileiros com residência no exterior, os quais estavam em visita ao Brasil no mês de março, ainda não conseguiram voltar para casa.

Desde o início da pandemia, tenho acompanhado a saga de amigos que residem no Canadá. A mãe e o filho de 7 anos vieram visitar familiares no estado de São Paulo e, até o início deste mês, não haviam conseguido encontrar um voo disponível que os levasse para a casa. Contaram com o apoio dos familiares, que estavam felizes por tê-los por perto, mas ansiavam por voltar para sua rotina e para o marido/pai, que os aguarda em solo canadense.

A principal companhia que faz a rota Brasil-Canadá, a Air Canada, cancelou a maioria dos seus voos em março e pretende retornar operações somente em 1° de agosto, quando a rota São Paulo-Toronto voará com os assentos do meio vazios. A rota São Paulo-Montreal ainda não tem previsão de retorno.

Sobre os amigos brasileiros, chegaram em Toronto nesta sexta-feira. Depois de quatro meses longe de casa, eles foram incluídos em um voo emergencial organizado pelo governo canadense.

*[email protected]

Atualizações da pandemia

As Cataratas do Iguaçu fecharam novamente para visitantes. A atração havia sido aberta em 10 de junho, mas teve suas atividades interrompidas novamente nesta semana. A medida ocorre porque o governo do Paraná decretou suspensão de atividades não-essenciais pelo menos até 14 de julho, com possibilidade de prorrogação caso os números do coronavírus não diminuam no estado. Nas últimas três semanas, mais de quatro mil pessoas visitaram as Cataratas do Iguaçu.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome