Foto: Reprodução / Tudo & TodasImagem da fanpage
Imagem da fanpage ‘Toda Mundo precisa de um RP’

Estou prestes a me formar e, até hoje, quando digo às pessoas que esta foi minha escolha, a maioria me diz “Que legal” e, meio sem jeito, perguntando “Mas o que faz um Relações Públicas?”. Não se preocupe se você também não souber. A profissão sofre com uma espécie de crise de identidade, por ser tão ampla e versátil. Então é comum que muitos não saibam muito bem o que um RP (que é como nos chamamos) faz.

Bem, eu tenho prazer em explicar.

Por essência, Relações Públicas é um gestor de comunicação, chamado de psicólogo das empresas por ser um ótimo ouvinte. Se preocupa em criar estratégias para que a empresa ou organização tenha um bom relacionamento com seus públicos, tanto interno quanto externo. Dentro destas estratégias, estão a criação de campanhas de marketing e relacionamento, ações com colaboradores e clientes, projetos sociais, eventos… O fato é que tudo que o RP pensar em fazer, vai estar ligado à promoção de uma boa imagem e uma reputação positiva para o local onde trabalha.

Este profissional permeia a área da administração, pois atua diretamente no planejamento estratégico organizacional. De tão versátil, um RP pode trabalhar em qualquer empresa, de ONGs à multinacionais, e em diversos setores. Pode ser tanto empregado, como empregador, também está apto a fazer pesquisas de opinião, a prestar consultoria e também atuar com assessoria de comunicação e de imprensa.

Embora seu trabalho não seja vinculado diretamente às questões de lucro financeiro, ele traz um retorno de médio e longo prazo, pois se preocupa com a perpetuação dos negócios, com a consolidação da marca no mercado. Colocar a farinha toda no mesmo saco não existe para um RP. Ao fazer o diagnóstico (sim, utilizamos esta palavra) da empresa, ele traça um perfil de cada público (proprietários, diretores, funcionários, setores, clientes, fornecedores…).

Deixei aqui um vídeo que resume a minha escolha. O material foi produzido por um grupo de RPs que foram meus colegas. Eles elaboraram o projeto Só Relações Públicas durante as disciplinas Projeto Experimental e de Planejamento e Produções de Eventos e Cerimoniais, do curso de Relações Públicas da Univates.

[VIDEO_32]

E o que faço, como RP, na Folha?

Eu comunico e me relaciono, duas palavras-chave para um RP. A maioria pensa que, só porque escrevo para o jornal, sou jornalista, mas é a versatilidade da minha escolha me permitiu chegar até à Folha do Mate, mesmo sem fazer parte do planejamento estratégico.

Enquanto os jornalistas da redação se preocupam com notícias factuais, me preocupo com o que acontece nas empresas de Venâncio Aires e região. Minha função está atrelada ao setor comercial e à editoria de cadernos, atuando junto aos contatos publicitários e mantendo um bom relacionamento entre a Folha e a as empresas que são nossos clientes. Além disso, há outras ações e projetos que acabo participando. Tudo isso é muito bom de vivenciar e me sinto privilegiada por atuar nestas áreas.

Na editoria Minha Escolha na revista digital Tudo & Todas não vou me deter apenas à profissão que escolhi pois sei que, assim como esta, todas as profissões têm seus dilemas. Então não faltarão assuntos.

Abraços da (quase) RP!