Sobreposições e babados vão dominar as ruas neste outono

-

As temperaturas mais amenas e a mudança na paisagem revelam a chegada de uma das estações mais charmosas do ano: o outono. Assim como as árvores, que mudam de ciclo, a moda também se repagina, trazendo outros ‘ares’, com características para marcar a estação, em 2021. Além dos modelos, estampas e cores, as peças trazem novos conceitos de sustentabilidade, consumo consciente e personalidade.

Sobreposições, volumes e babados, estampas e couro vão aquecer a coleção outono-inverno. Contudo, o jeans e a alfaiataria moderna também estão no top sete das tendências. De acordo com designer de moda Luana Sehn, as peças atemporais são uma aposta porque se elevam a cada temporada de moda. “Além de uma tendência duradoura, essa ideia se classifica como um conceito muito importante de consumo consciente e sustentável”, destaca.

Esta proposta de consumo consciente se mantém nas sobreposições ao look e no clássico jeans. Neste caso, é possível usar a criatividade e reaproveitar as peças que já estão no guarda-roupa há mais tempo, sem perder o estilo. Aliás, a maioria já deve ter uma camisa branca básica no cabide, não é mesmo? “Além de ser um truque de estilo, as sobreposições aquecem nos dias frios”, complementa Luana. O mesmo vale para o jeans, uma peça coringa que vale para todas as ocasiões.

Já para aqueles que gostam de ousar e não passar despercebido quando o assunto é moda, os babados e as peças volumosas podem ser uma opção. Segundo Luana, o modernismo dos anos 80 e 90 segue supermarcado dentro das tendências da estação, entre elas, uma variedade de mangas volumosas e bufantes das quais já são consideradas uma macrotendência, sendo influências que perduram em vários anos.

Tendências outono-inverno

  1. Peças atemporais: invista nas peças sem estação, elas funcionam com inúmeras combinações em várias épocas do ano e por muito tempo.
  2. Sobreposições: elas prometem aparecer com leggins, calças, meias-calças sobrepostas por vestidos e, principalmente, em camisas com tops, coletes e suéteres de tricô bem estilo ‘colete do vovô’, que estão em evidência.
  3. Volumes e babados: os ombros marcados em ombreiras ou detalhes que direcionam o foco para o superior se destacam em vários looks. Os babados também são vistos em vestidos, saias, camisas, blusas e detalhes em mangas, golas e punhos.
  4. Diversidade em jeans: o destaque para 2021 é a wide leg jeans, eleita como a nova pantalona e o jeans mais despojado entre as tendências. Outra proposta é o jeans mom, as famosas calças das mamães. Caracterizada por cintura alta e pernas soltas é uma das modelagens mais confortáveis. Além disso, o mais diferente dos modelos, o jeans slouchy, caracterizado pelo shape arredondado com pregas e pernas soltas, geralmente usadas com barra dobrada ou curtas.
  5. Alfaiataria moderna: atendendo a uma nova realidade do consumidor, a alfaiataria se renova e torna-se uma proposta mais casual e moderna. Camisas agregam estilo em tecidos mais modernos e maleáveis, calças e blêizeres alongados tendem a se destacar e são cada vez mais considerados peças híbridas, transitando entre diferentes ambientes e pessoas.
  6. Estampas: as principais estampas da temporada se classificam no clássico xadrez em saias, casacos vestidos e o animal print com as padronagens tradicionais tais como a onça, tigre zebra e cobra com destaque também em acessórios calçados e bolsas.
  7. Couro: conjuntos de saia e blusa e peças versáteis seguem sendo como base para diversas combinações de looks bem como blazers calças e jaquetas, em tons neutros terrosos e fortes. O couro também se destaca nos calçados e nas bolsas, tanto o tradicional quanto em material croco, que imita a pele de crocodilo, em tons neutros ou em cores vibrantes e coloridas.

*Dicas da designer de moda Luana Sehn.

LEIA MAIS:

notícias variedades Folha do Mate

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes