Começa campanha eleitoral para conselheiro tutelar

-

O processo para escolha dos conselheiros tutelares de Venâncio Aires entra na fase da campanha eleitoral. A relação dos nomes e respectivos números foi publicada no site da Prefeitura. Até a eleição – 6 de outubro – serão pouco mais de quatro semanas para os 22 candidatos promoverem suas candidaturas.

Mas, como todo processo eleitoral, há regras (veja box) que devem ser respeitadas, já que a violação das determinações pode acarretar na cassação do registro de candidatura ou diploma de posse.

A eleição, no primeiro domingo do próximo mês, ocorrerá das 8h às 17h, no ginásio da escola Cônego Albino Juchem. Como nas eleições gerais, haverá urna eletrônica e qualquer pessoa com título de eleitor em dia poderá votar. Serão eleitos cinco conselheiros titulares e cinco suplentes. O salário de um conselheiro tutelar é de R$ 2.365,45 para uma carga de 40 horas semanais.

CANDIDATOS

335 – Aline Machado da Silva

100 – Barbara Andressa da Silva

891 – Bárbara L. Fischer da Silva

111 – Bruna Carolina Hickmann

444 – Bruna Francieli Konig

246 – Carla Adriane Rosa Azambuja

555 – Claudete M. Leismann da Fonseca

153 – Djulia Henicka

333 – Israel Souza da Silva

327 – Jane Jovita Canova

234 – Jessica Fernanda Kramer

300 – Karin Franchiesca dos Santos

777 – Luciana Amaro Lopes Baum

235 – Luis Cesar Fernandes

133 – Mara Rejane Pereira

121 – Maria llce da Silva

302 – Maria Roseli Henz

621 – Mislene Josi Martins

222 – Neli Ripplinger

122 – Ramone Ferreira Mohr

123 – Rozeleia T. Ferreira da Silva

177 – Thaís Kerkhoff da Silva

CAMPANHA

  1. É vedada a vinculação político-partidária das candidaturas, seja através da indicação, no material de propaganda ou inserções na mídia, de legendas de partidos políticos, símbolos, slogans.
  2. A propaganda em vias e logradouros públicos observará, por analogia os limites impostos pela legislação eleitoral e o Código de Posturas do Município, garantindo igualdade de condições a todos os candidatos.
  3. Os candidatos poderão promover suas candidaturas junto a eleitores por meio de entrevistas e distribuição de panfletos, desde que não causem dano ou perturbem a ordem pública ou particular.
  4. É vedada a propaganda, ainda que gratuita, por meio dos veículos de comunicação em geral (jornal, rádio, televisão), faixas, outdoors, camisas, bonés e outros meios não previstos no edital.

FISCAIS

Também no edital, está especificado que os candidatos devem apresentar à comissão eleitoral o nome dos fiscais que atuarão na data da eleição, com nome completo, RG, título de eleitor e telefone para contato, até o dia 4 de outubro. Cada candidato poderá indicar um fiscal que acompanhará a eleição. Os dados devem ser protocolados na Prefeitura e direcionados ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes