Uso de máscaras Venâncio Aires
Higiene do rosto pode ser feita com sabonete líquido, água micelar ou termal, para evitar o surgimento de espinhas na região. (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Com a pandemia, as pessoas tiveram que mudar hábitos e comportamentos no seu dia a dia. Várias medidas de segurança foram adotadas para conter a propagação do coronavírus, entre elas, o uso de máscaras de proteção: um item obrigatório que já virou acessório. No entanto, para muitas pessoas, o uso contínuo do equipamento de proteção tem causado consequências à pele do rosto, como o surgimento de acne, cravos e aumento da oleosidade facial.

De acordo com tecnóloga em Estética e Cosmética, Tamara Wermuth, é bem comum que isso aconteça, principalmente na área do queixo e laterais do rosto. “Com o uso da máscara, a região fica mais úmida, contribuindo para a dilatação dos poros e proliferação das bactérias. Neste caso, surgem os cravos e espinhas, principalmente nos tipos de pele mais oleosa”, explica.

Além disso, o tecido das máscaras também pode fazer a diferença. Tamara afirma que as máscaras confeccionadas em materiais mais leves (de TNT, por exemplo) evitam a umidade facial, já aquelas de tecidos mais espessos tendem a deixar a pele do rosto mais abafada.

Tamara orienta que a base pode ser substituída pelo filtro solar com cor. (Foto: Divulgação)

Como o uso das máscaras é essencial durante este momento, a especialista afirma que é necessário manter a higienização facial para evitar o problema com acne. “É importante manter alguns cuidados com a pele. Sabonete líquido, água micelar e água termal são alguns dos produtos que podem ser aliados”, orienta.

Ela indica que o sabonete líquido pode ser usado para esfoliação, em média, duas vezes na semana. A água micelar é indicada para remover as impurezas da pele e pode ser aplicada todas as noites. Já a água termal não tem nenhuma contraindicação, e pode ser usada várias vezes ao dia, a qualquer horário.

Base ou filtro solar

Segundo a tecnóloga em Estética e Cosmética, Tamara Wermuth, para evitar o surgimento da acne no rosto, o mais indicado é substituir a base pelo filtro solar com cor. “O filtro solar possui hidratantes e tem composição antimicrobiana, que, ao mesmo tempo, protege e hidrata. O produto traz mais benefícios à pele além de deixar o rosto com uma sensação mais agradável”, indica. Já a base, ela explica que age no fechamento dos poros e evita que a pele respire, por isso, não apresenta o mesmo resultado.

Mesmo que a pele seja oleosa, Tamara recomenda que o rosto seja higienizado apenas duas vezes ao dia. “Lavar o rosto na parte da manhã e da noite já é suficiente”, explica a especialista.

Além disso, Tamara recomenda para peles oleosas o uso de produtos com ácido salicílico, conforme descrição no rótulo da embalagem. Já para a proteção solar para pele oleosa, ela indica que seja usado filtro solar facial (evitar o filtro solar corporal), com composição de toque seco e efeito mate.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome